Publicado 05 de Setembro de 2015 - 5h30

Um operador de empilhadeira de 32 anos, morador do Jardim Fantinatti, em Sumaré, foi baleado durante troca de tiros entre guardas municipais de Paulínia e dois suspeitos de assalto quando foi buscar um lanche numa praça da região do Matão, em Sumaré, anteontem à noite. Segundo a Guarda Municipal, não foi possível constatar se o disparo, que atingiu a vítima de raspão no pescoço, partiu de arma dos guardas ou dos ocupantes da Saveiro roubada que estavam acompanhando.

Segundo ocorrência registrada no plantão policial de Sumaré, o tiroteio aconteceu por volta das 19h30. A GM informou que a Saveiro foi roubada momentos antes por três assaltantes que estavam em um carro escuro perto do Clube de Golfe de Campinas, no Jardim Minesota, região do Matão. Dois deles desembarcaram do veículo, obrigaram a vítima a sair da caminhonete e fugiram com escolta do comparsa. Os guardas passaram a acompanhar a Saveiro após receber a comunicação via rádio e vê-la passar perto do portal de Paulínia.

A equipe que seguiu os suspeitos afirmou à Polícia Civil de Sumaré que a troca de tiros aconteceu quando um dos suspeitos disparou. Os criminosos fugiram, mas a Saveiro foi encontrada em seguida na região de Nova Veneza. Segundo a GM, o Samu chegou a ser acionado, mas familiares do operador de empilhadeira o levaram por conta própria ao Pronto Atendimento do Matão, de onde a vítima foi transferida para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade, no Jardim Macarenko. Ainda segundo a corporação, a vítima recebeu alta poucas horas depois, na madrugada. A Secretaria de Segurança Pública de Paulínia informou que foi aberta sindicância para apurar o fato. (Jaqueline Harumi/AAN)