Publicado 10 de Setembro de 2015 - 5h30

Dunga tem até o próximo dia 17 para fechar a lista dos jogadores que vão defender o Brasil nas duas primeiras rodadas das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2018 contra o Chile e Venezuela, em outubro. O treinador já definiu 90% do grupo que não terá Neymar, o quinto maior artilheiro da história da Seleção, com 46 gols, nestes dois jogos.

"O bom é sempre contar com o Neymar, mas quando ele não está em campo, os outros jogadores estão correspondendo", disse o treinador após a vitória por 4 a 1 sobre os Estados Unidos no amistoso de terça-feira, em Boston. "É que tudo que se fala do Neymar toma uma proporção muito grande."

Na convocação para as Eliminatórias, Dunga terá de relacionar 23 jogadores. De acordo com suas avaliações na fase de testes nos amistosos e na campanha da Copa América no Chile, o técnico não deve ter dor de cabeça na hora de formar o grupo.

O setor de meio de campo é o que mais atormenta Dunga. Ele tem preferência pelos volantes Luiz Gustavo (Wolfsburg), Fernandinho (Manchester City) e Elias (Corinthians). Ramires (Chelsea) corre por fora. Pode ser atropelado por Rafinha (Barcelona), que impressionou o treinador contra Costa Rica e Estados Unidos

Entre os meias, Willian e Oscar (ambos do Chelsea) estão na lista. Lucas Lima (Santos) chamou a atenção. Já Kaká virou uma incógnita pela sua condição física. (Da Agência Estado)