Publicado 04 de Setembro de 2015 - 20h46

Por Agência Estado

A Abraciclo pondera, contudo, que, na média diária de agosto, as vendas cresceram 1,5% ante julho, mas recuaram 10,3% em relação a agosto do ano passado

Dominique Torquato/ AAN

A Abraciclo pondera, contudo, que, na média diária de agosto, as vendas cresceram 1,5% ante julho, mas recuaram 10,3% em relação a agosto do ano passado

A produção de motocicletas em agosto cresceu 11,6% ante julho, mas recuou 12% em relação ao mesmo mês do ano passado, divulgou nesta sexta-feira (4) a Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo).

Com o resultado, a fabricação de motocicletas no Brasil acumula retração de 11,9% neste ano até agosto na comparação com o mesmo período do ano passado.

No oitavo mês de 2015, foram fabricadas 114.162 unidades, ante 102.330 em julho e 129.767 em agosto do ano passado. A Abraciclo destaca, em nota, que o crescimento da produção em agosto na variação mensal se deu porque julho deste ano foi um mês de paralisação para férias coletivas das fabricantes localizadas no Polo Industrial de Manaus (PIM), região que concentra praticamente todas as fábricas de motocicletas no País.

Vendas

Em agosto, as fábricas comercializaram 101.927 motocicletas para as concessionárias, volume 8,8% maior do que o vendido em julho, mas ainda 15,7% menor do que o comercializado no mesmo mês de 2014.

Com o desempenho, as vendas no atacado totalizaram 854.674 unidades nos oito primeiros meses deste ano, retração de 10,1% em relação a igual período do ano passado (950.684 unidades).

Já as vendas no varejo somaram 99.854 unidades em agosto (21 dias úteis), recuos de 7,3% em relação a julho (21 dias úteis de vendas) e de 10,3% na comparação com o mesmo mês do ano passado (21 dias).

A Abraciclo pondera, contudo, que, na média diária de agosto (4.755 unidades), as vendas cresceram 1,5% ante julho (4.684 unidades), mas recuaram 10,3% em relação a agosto do ano passado (5.300 unidades).

Exportações

A Abraciclo divulgou ainda que, em agosto, as fabricantes brasileiras de motocicletas exportaram 9.347 unidades, 9% a mais do que em julho. Esse volume, porém, é 1,9% menor do que o exportado em agosto do ano passado. Com o resultado, as vendas externas de motos somam 36.162 unidades de janeiro a agosto, o equivalente a um tombo de 42,1% na comparação com igual intervalo de 2014.

Em nota, o presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian, ressalta que tradicionalmente o segundo semestre é melhor do que o primeiro, em razão do período de férias, do 13º salário e da realização de eventos que "estimulam" o mercado. "O Salão Duas Rodas, por exemplo, programado para os dias 7 a 12 de outubro, em São Paulo, trará novidades e lançamentos que incentivarão os consumidores e deverão impactar positivamente nos resultados para o segmento", cita.

Escrito por:

Agência Estado