Publicado 06 de Setembro de 2015 - 9h35

Por France Press

Papa Francisco pediu para paróquias acolham os refugiados na Europa

France Press

Papa Francisco pediu para paróquias acolham os refugiados na Europa

O papa Francisco convidou neste domingo (6) cada uma das comunidades católicas da Europa a acolher uma família de refugiados e disse que esta atitude deve começar pelas paróquias do Vaticano.

"Que cada paróquia, comunidade religiosa, monastério, santuário da Europa acolha uma família", declarou o pontífice argentino durante a missa do Ângelus na praça de São Pedro de Roma, afirmando que se trata de um "gesto concreto", em preparação para o Jubileu da Misericórdia que se inicia em dezembro.

"Diante da tragédia de dezenas de milhares de demandantes de asilo que fogem da morte, vítimas da guerra e da fome, e que caminham para uma esperança de vida, o Evangelho nos interpela e nos pede ser 'os próximos' dos menores e dos mais abandonados, a dar-lhes uma esperança concreta".

Não se trata apenas de dizer "ânimo, paciência", disse o papa aos milhares de fieis que lotavam a praça de São Pedro. "A esperança cristã é combativa", disse.

"Me dirijo a meus irmãos bispos da Europa, verdadeiros pastores, para que apoiem meu chamado em sua diocese", declarou.

Francisco explicou que começará por sua diocese de Roma e que as duas paróquias do Vaticano acolherão "nos próximos dias" famílias de refugiados.

Tomando como base um texto do Evangelho em que Jesus cura um surdo-mudo, o papa garantiu: "O milagre foi realizado, nos curamos da surdez do egoísmo e da mudez do egoísmo".

Escrito por:

France Press