Publicado 07 de Agosto de 2015 - 16h15

Por Alenita de Jesus

Campinas

Um desempregado de 41 anos, inconformado com a separação, surtou durante uma discussão com a ex-companheira, uma doméstica de 38 anos, e cortou o cabelo dela a faca, anteontem à noite, no Residencial Sirius, em Campinas. A mulher ainda levou socos e empurrões e foi ameaçada de morte. Ela foi socorrida pela Polícia Militar (PM) que foi chamada por vizinhos. O desempregado foi preso na casa da mãe dele.

Segundo uma parente da mulher, o casal vive junto há cerca de um ano e sempre discutiu. As brigas seriam motivadas pelo ciúme doentio dele. “Ele controlava o celular, uso da internet e até a sombra dela”, disse a parente.

Na semana passada, o casal teria discutido e ela pediu para que ele a deixasse. O casal morava em um apartamento. A sogra dela mora no prédio ao lado e o desempregado foi morar na casa da mãe. Anteontem, ele teria inventado a desculpa de pegar alguns documentos no apartamento dela e aproveitou para agredir a ex. “Ela tinha um cabelo lindo, loiro e até na cintura. Ele cortou tudo e agora ela está com vergonha de sair na rua”, contou a mãe da mulher.

O desempregado foi pego pela polícia na casa da mãe. Ele admitiu a briga, mas negou que ameaçou a ex-companheira com faca. Além disso, contou para a polícia que não se lembrava de nada da briga. O desempregado foi preso em flagrante por violência doméstica e ameaças.

Um auxiliar administrativo de 24 anos foi atacado por dois bandidos armados quando parava em um semáforo na Avenida Ana Beatriz Birrembach, na Vila Mimosa, em Campinas. Ele estava com uma Nova Saveiro e os criminosos exigiram o carro.

Sumaré

A Polícia Militar (PM) de Sumaré apreendeu vários produtos de uso veterinário na casa de um adolescente de 17 anos, anteontem à noite. Haviam várias caixas de remédios. A polícia chegou ao material depois de deter o adolescente, que tinha furtado o celular de um atendente de 17 anos. Como o mão-leve estava sem carteira de identidade, a PM foi até na casa dele para pegar o documento. O material estava em um quarto e até a tarde de ontem, a polícia ainda não sabia quem era o dono dos produtos.

Limeira

Foto: Carlos Gomide/Rádio Educadora de Limeira

Um incêndio destruiu um barracão de reciclagem com produtos plásticos às margens da Rodovia Anhanguera (SP-330), próximo à entrada de Limeira, ontem de manhã. O fogo começou por volta das 7h e foi controlado por volta das 13h. Quando o Corpo de Bombeiros chegou ao local, as chamas já haviam tomado metade da estrutura do prédio, que foi totalmente destruído. Ninguém se feriu. A Defesa Civil isolou a área para avaliar os riscos para o barracão. Segundo o Corpo de Bombeiros, o incêndio foi de difícil controle por conta da quantidade de material plástico que estava no barracão. Até a tarde de ontem, a polícia ainda não sabia as razões do incêndio.

Escrito por:

Alenita de Jesus