Publicado 07 de Agosto de 2015 - 17h30

Por Carlos Augusto Rodrigues da Silva

O técnico Paulo Roberto Santos aposta que dominar o meio-campo é a chave do Guarani para vencer hoje o Londrina. Por isso, uma das novidades do time terá responsabilidade extra. Escalado como segundo volante no lugar de Serginho Catarinense, Allan Dias ganha oportunidade com a missão de ser o fator de desequilíbrio do Bugre no setor. Mesmo em uma posição que não é a sua de costume, é a chance do jogador, que veio com status de titular, conseguir encontrar seu lugar na equipe.

Será a terceira vez que Allan Dias inicia uma partida. Nas outras ocasiões, no entanto, atuou mais à frente, quase como um ponta-direita. Dessa vez, as atribuições serão outras. “O Paulo me testou como segundo homem de meio-campo, função onde já trabalhei. Vou ter a incumbência de vir com o passe mais qualificado lá de trás para a bola chegar mais redonda nos atacantes”, explica.

Atuando mais recuado, ele também pode se transformar no elemento surpresa já que, por característica, tem bom arremate de fora da área e pela estatura pode ser uma arma na bola aérea. “Acho que essa foi a ideia do Paulo. Jogando mais por dentro, tenho essa liberdade, mas também tenho obrigações na marcação”.

Confiante numa boa atuação, Allan Dias espera corresponder às expectativas para se firmar de vez na equipe. “Tive alguns problemas de lesão que me atrapalharam e sempre disse que uma sequência ia me ajudar. Quem sabe não é agora?” aposta. “Espero contribuir, quem sabe até gol. Quero emplacar e a hora pode ser agora”. (CR/AAN)

Escrito por:

Carlos Augusto Rodrigues da Silva