Publicado 03 de Agosto de 2015 - 12h17

Por Alenita de Jesus

Alenita Ramirez

[email protected]

Cinco travestis espancaram e roubaram uma adolescente de 17 anos, anteontem a noite, na Avenida Nossa Senhora de Fátima, no Jardim Margarida, em Campinas. O bando fugiu com celulares e documentos da vítima, que foi socorrida pela mãe, com hematomas pelo corpo.

A jovem estava em um ponto de ônibus e voltava para casa, por volta das 18h30, na Chácara Gargantilha, quando foi atacada pelo bando. Eles a cercaram e exigiram dinheiro e celular. Segundo relatos da adolescente para a mãe, os criminosos não mostraram armas. Como a garota se recusou a entregar sua bolsa, eles passaram a agredi-la com chutes e socos pela cabeça e corpo. Ela gritou por socorro e eles pegaram o celular e a carteira dela e fugiram.

Segundo a jovem, o bando vestia de top e shortinho feminino. Todos usavam cabelos descoloridos. Após a fuga do bando, ela correu em uma Temakeria nas proximidades e pediu ajuda. Os funcionários ligaram para os pais da garota, que a socorreram. “É assustador. Não era muito tarde. O local estava movimentado, mas ninguém ajudou minha filha. Nos rodamos o bairro atrás do bando, mas não o achamos”, contou a mãe da jovem, que não quis ser identificada.

Assaltos

Na última sexta-feira, dia 31, um bandido armado com um revólver calibre 22 invadiu uma casa de pesca na Rua José Vilagelin Neto, no Taquaral, em plena luz do dia, rendeu o proprietário e um funcionário da loja para roubar os pertences pessoais, como celulares. O ladrão chegou a usar uma das vítimas para encher a mochila com produtos da loja. Não satisfeito, ele tentou apagar as imagens das câmeras de segurança e trancou as vítimas no banheiro para concluir o roubo. A ação na loja durou cerca de 15 minutos. Um cliente flagrou a ação do criminoso e o enfrentou. As vítimas ouviram a discussão e arrombaram a porta do banheiro na tentativa de deter o criminoso, que fugiu pelas ruas do bairro. As vítimas foram atrás e gritavam por socorro. O criminoso efetuou um disparo e atingiu o funcionário da loja no braço. O tiro pegou de raspão. Um policial do setor de inteligência da Polícia Militar estava em um comércio ao lado e ao saber da ocorrência foi de carro e deteve o criminoso na Rua Bartolomeu Bueno da Silva.

Na noite anterior, quatro bandidos roubaram um carro também no Taquaral. Houve tiros, mas ninguém ficou ferido. O veículo foi achado na favela Buraco do Sapo. Ninguém foi preso.

Escrito por:

Alenita de Jesus