Publicado 04 de Agosto de 2015 - 17h50

Por Agência Estado

Leandro sabe que terá forte concorrência para conseguir um lugar no ataque do Santos

Ricardo Saibun/Santos FC

Leandro sabe que terá forte concorrência para conseguir um lugar no ataque do Santos

Em sua apresentação como novo reforço do Santos por empréstimo até o mês de dezembro, o atacante Leandro reclamou da falta de oportunidades no Palmeiras, clube que ainda detém seus direitos econômicos. "Fiquei mais de seis meses sem jogar. Somando as duas oportunidades que tive com o Oswaldo não deu um tempo (de jogo) e uma com Marcelo, de 30 minutos. É muito pouco", afirmou o jogador em entrevista coletiva na manhã desta terça-feira (4) no CT Rei Pelé.

Leandro também afirmou que houve demora na realização de uma cirurgia para tratar de uma fratura por estresse no pé esquerdo. Segundo ele, o problema foi detectado no final do ano passado. "O departamento médico descobriu a lesão em novembro, mas acabei sendo operado apenas em janeiro. Perdi dois meses. Poderia estar com o grupo antes, mas já passou", disse o jogador, afirmando que está 100% recuperado.

Leandro confessou surpresa com o contato direto feito pelo técnico Dorival Júnior pedindo sua contratação - os dois trabalharam juntos no próprio Palmeiras. "Não esperava, fiquei surpreso e feliz. Ele confia no meu trabalho, no meu futebol e espero poder corresponder dentro de campo", disse o jogador.

Escolhido para vestir a camisa 7, a mesma que era de Robinho, Leandro afirma estar preparado para a concorrência. Geuvânio, Gabriel e Ricardo Oliveira são os titulares. No Palmeiras, o técnico Marcelo Oliveira tem dez opções de atacantes. "A concorrência sempre vai ser forte, independente da quantidade. Estamos falando de equipes grandes. Os atacantes que os dois times tem são de grande qualidade. A concorrência vai ser muito grande pela qualidade de cada um", afirmou.

Escrito por:

Agência Estado