Publicado 03 de Agosto de 2015 - 21h27

Por Renata Rondini

Últimos resultados no Brasileirão derrubaram o técnico Guto Ferreira

Dominique Torquato/AAN

Últimos resultados no Brasileirão derrubaram o técnico Guto Ferreira

Guto Ferreira não é mais o técnico da Ponte Preta. A diretoria tomou a decisão de demiti-lo em uma reunião que durou várias horas na tarde desta segunda-feira (3). A confirmação oficial foi publicada na noite desta segunda no site do clube. “Após a reunião que tivemos, a diretoria entendeu que a melhor opção para o momento é realizar a troca do comando técnico. Sabemos da qualidade do treinador Guto Ferreira, porém, em virtude dos últimos resultados, optamos em fazer a troca. Agradecemos os serviços deste treinador e sua comissão”, disse o gerente de futebol do clube, Gustavo Bueno, ao site oficial da Macaca.

Os últimos resultados a que o dirigente se referem são quatro derrotas para Corinthians, Palmeiras, Atlético Mineiro e Figueirense e três empates com Coritiba, Joinville e Figueirense. Depois da vitória sobre o Atlético Paranaense por 2 a 1, no dia 28 de junho, a Macaca conquistou apenas três dos 21 pontos disputados e caiu para a 13ª posição do Campeonato Brasileiro.

Dois nomes são cogitados nos bastidores do Majestoso. Em Santa Catarina, se comenta que a diretoria da Ponte Preta consultou Gilson Kleina, hoje no comando do Avaí. O clube catarinense não tem intenção de liberar seu treinador, mas o nome não foi descartado. Outra opção é Doriva, campeão paulista de 2014 pelo Ituano e campeão carioca de 2015 pelo Vasco. O treinador começou o Brasileirão no comando do clube carioca, largou muito mal e foi demitido. Por estar disponível no mercado, é um nome mais fácil para ser contratado do que Gilson Kleina.

O último jogo de Guto Ferreira no comando da Ponte foi no domingo (2), com derrota fora de casa para o Figueirense, por 3 a 1. O adversário, que não marcava gol há quatro rodadas, ultrapassou a Macaca na tabela de classificação.

Na tarde desta segunda, após o desembarque da delegação em Campinas, a diretoria alvinegra se reuniu para discutir a situação. Os encontros às segundas-feiras são rotineiros para avaliar a rodada do final de semana e performance do grupo, mas nesta segunda, em especial, Guto Ferreira foi a pauta principal do encontro.

Surgiram rumores de que havia um desgaste do elenco com o treinador e, à noite, a decisão foi anunciada. Em julho, Guto recebeu uma proposta milionária do Al-Ittihad, dos Emirados Árabes, mas recusou. O treinador foi vice-campeão da Série B de 2014, campanha que reconduziu a Ponte à divisão de elite.

Escrito por:

Renata Rondini