Publicado 03 de Agosto de 2015 - 18h52

Por Agência Estado

Roberto de Andrade pretende manter Jadson na equipe pelo menos até o final da Libertadores

Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Roberto de Andrade pretende manter Jadson na equipe pelo menos até o final da Libertadores

O Corinthians se destacou nas últimas temporadas pelo ótimo desempenho nos clássicos. O time chegou a ficar, por exemplo, mais de um ano sem ser derrotado pelos seus maiores rivais no Estado, entre 9 de março de 2014 e 22 de abril deste ano.

O retrospecto recente, no entanto, é ruim. O Corinthians perdeu os últimos três clássicos: 0 x 1 Santos (20 de junho), 0 x 2 Palmeiras (31 de maio) e 0 x 2 São Paulo (22 de abril). Antes, o time já havia empatado por 2 a 2 com o Palmeiras no dia 19 de abril (acabou eliminado do Campeonato Paulista nos pênaltis) e por 1 a 1 com Santos em 5 de abril. Assim, o jejum de vitórias em clássico já dura cinco confrontos.

No domingo (9), contra o São Paulo, no Morumbi, o Corinthians tem a chance de se recuperar. Uma vitória, além de elevar o moral dos jogadores, pode levar a equipe à liderança do Campeonato Brasileiro em caso de tropeço do Atlético-MG.

A seca de vitórias contra os maiores rivais tem incomodado até o presidente Roberto de Andrade. "Clássico é um campeonato à parte como a gente costuma dizer. Tivemos infelicidade nos últimos clássicos e não conseguimos sair com a vitória. Agora vai ser outro time, outro momento. Tudo se renova. O histórico vale, mas o importante mesmo são os 90 minutos. Estamos confiantes para fazer um grande jogo com o São Paulo e sair com os três pontos", disse.

Escrito por:

Agência Estado