Publicado 07 de Agosto de 2015 - 9h07

Por Agência Estado

Plataforma da Petrobras em construção: queda nos preços do petróleo no mercado internacional foi determinante para lucro menor

Divulgação

Plataforma da Petrobras em construção: queda nos preços do petróleo no mercado internacional foi determinante para lucro menor

A Petrobras encerrou o segundo trimestre de 2015 com um lucro líquido de R$ 531 milhões - 89,3% inferior ao alcançado no mesmo período do ano passado (R$ 4,95 bilhões). A retração, maior que a esperada pelo mercado, foi provocada pelo pagamento de R$ 1,6 bilhão em multas no âmbito da Receita Federal e no impacto provocado pela queda nas cotações internacionais de petróleo. Este é o segundo lucro trimestral consecutivo obtido pela Petrobras após o anúncio do prejuízo de R$ 26,6 bilhões no fechamento de 2014. No primeiro trimestre, a estatal reportou lucro de R$ 5,33 bilhões. É, também, o terceiro pior resultado trimestral reportado pela Petrobras na última década, superando apenas os prejuízos acumulados no quarto trimestre de 2014 e no segundo trimestre de 2012. O petróleo em queda no mercado global reduziu a receita da estatal e afetou a rentabilidade da área de Exploração e Produção (E&P). Por outro lado, o petróleo mais barato tornou as operações de importação de derivados menos problemáticas.

Como resultado, a receita líquida da Petrobras totalizou R$ 79,94 bilhões no segundo trimestre do ano, queda de 2,9% em relação ao mesmo período do ano passado. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, na sigla em inglês) ajustado somou R$ 19,77 bilhões, alta de 21,7% em relação ao segundo trimestre de 2014. (Agência Estado)

Escrito por:

Agência Estado