Publicado 02 de Agosto de 2015 - 19h05

A banda brasiliense Móveis Coloniais de Acaju agita o palco do Sesc-Campinas, apresentando as canções de seu mais recente álbum, De Lá Até Aqui, o terceiro da carreira, lançado em 2013, além de resgatar canções de seus dois discos anteriores, Idem (2005) e C_mpl_te (2009). “A base do show será as músicas do terceiro álbum, mas vamos fazer um misto dos três discos, até para marcar os dez anos de lançamento do primeiro”, adianta André Gonzales, vocalista da banda. Ele cita que os três discos são diferentes um do outro em conteúdo e formato, mas mantêm a característica do grupo, que tem fortes referências no rock dos anos 1950/60.

No show e no terceiro álbum, o grupo faz um passeio pela soul music, baladas beatlemaníacas, passando pela disco dos anos 1970. O grupo começou a trabalhar no CD dois anos antes do lançamento, o que resultou em letras que retratam seu cotidiano de forma inteligente e bem-humorada.

Segundo Gonzales, o primeiro disco é um retrato do que a banda era até então, sete anos após sua formação — a Móveis tem 17 anos de estrada. Em C_mpl_te, o grupo buscou sua identidade, abandonando um pouco as referências do primeiro, com um resultado mais coeso. “Nesse álbum inauguramos o processo de produção e composição coletivo.”

“O terceiro disco é um novo momento, de mais liberdade e valorizando as referências do princípio rock, grunge, jazz. O álbum é mais variado em termos de tempo, ritmo e também aprendemos a nos comunicar mais. No primeiro disco, parecia que todos falavam ao mesmo tempo. Agora há um diálogo melhor entre os instrumentos a as partes.”

A Móveis é quase uma big band, formada por nove integrantes: André Gonzales (voz), Beto Mejía (flauta transversal), Eduardo Borém (gaita cromática, escaleta e teclados), Esdras Nogueira (sax barítono), Fabio Pedroza (baixo), Fabrício Ofuji (produção), Gabriel Coaracy (bateria), Paulo Rogério (sax tenor) e Fernando Jatobá (guitarra). Todos assinam as 14 faixas do disco, com exceção de Jatobá, que substitui BC Araújo, ex-integrante que participou das composições e gravações de guitarras.

Esta é a segunda vez que a Móveis se apresenta em Campinas, e a apresentação dá início ao projeto musical Por Estas Bandas, que traz durante o mês de agosto, ao Sesc, grupos da nova música popular brasileira que despontaram recentemente no cenário nacional.