Publicado 06 de Agosto de 2015 - 5h30

Policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Campinas prenderam entre a noite de anteontem e manhã de ontem três homens acusados de integrarem uma quadrilha especialista em roubos a cargas de defensivos agrícolas e de combustíveis. As prisões, temporárias, ocorreram em Hortolândia e Sumaré, a pedido do delegado Jucélio de Paula Silva Rego, de Igarapava, que conseguiu na Justiça mandado de prisão contra o trio. Um dos acusados foi reconhecido pela participação de uma tentativa de latrocínio, em abril deste ano, em Paulínia, quando um caminhoneiro que estava com uma carga de defensivo agrícola, avaliada em R$ 853 mil, foi baleado na cabeça ao reagir o assalto. Os irmãos Edson Lino da Silva, de 39 anos, e Adriano Aparecido Garcia, de 26 anos, e também Douglas Felipe Ferreira, de 23 anos, foram transferidos para Igarapava, onde ocorre a investigação. Os três foram reconhecidos no roubo da carga daquela cidade, mas Ferreira também foi reconhecido na tentativa de latrocínio por Paulínia. “Já identificamos alguns integrantes do bando e vamos continuar para descobrir se eles também participaram de outros crimes na região”, frisou o chefe de investigação da DIG, Marcelo Hayashi. Os três têm passagem criminal por roubo. (Alenita Ramirez/AAN)