Publicado 08 de Agosto de 2015 - 5h30

O Santos encara os dois próximos jogos na Vila Belmiro — hoje, às 21h, contra o Coritiba, pela 17 rodada, e na quarta-feira contra o Vasco — de uma maneira única: a grande chance de se afastar bem da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. O time tem apenas três pontos de vantagem para a zona da degola e, na conta de todos os jogadores, são necessários seis nos próximos confrontos em casa.

"É a hora de subir. São rivais diretos e não podemos ficar nessa situação (perto da zona de rebaixamento)", disse o goleiro Vanderlei. "Time grande não pode ficar ganhando e depois perdendo. É hora de ter uma sequência", afirmou o centroavante Ricardo Oliveira.

O técnico Dorival Júnior afirmou que é preciso ficar com os pés atrás, mesmo diante do lanterna do Brasileirão. "Estamos muito focados nesse jogo, sabemos a importância que tem para nosso time. A preparação é feita nesse sentido. O adversário teve uma mudança grande no elenco durante a semana e por se torna perigoso", disse o treinador.

O time tem poucas mudanças: a principal é a entrada de Gustavo Henrique no lugar de Werley (suspenso), em uma alteração que pode não ser apenas pontual. Como Werley acumula algumas falhas nos últimos jogos e Gustavo Henrique foi bem no empate com o Flamengo, a troca de um zagueiro pelo outro pode ser definitiva

No meio de campo, Thiago Maia recupera a vaga de Paulo Ricardo. Depois de ter sofrido uma pancada na cabeça que o levou para o hospital no jogo contra o Palmeiras, o volante volta a ser titular. "O Thiago é um jogador da posição, era titular até então. Ele teve o problema diante do Palmeiras, não saiu por questão técnica. Mas o Paulo Ricardo vinha fazendo boas partidas Quero tentar, pela característica do Thiago, dar mais dinâmica em um jogo importante", disse ontem Dorival Júnior.

O Coritiba vive seu pior momento no Campeonato Brasileiro. O time não vence há oito jogos e hoje visita o Santos, na Vila Belmiro, com o objetivo de deixar a lanterna da competição. Para piorar, a equipe terá o desfalque do zagueiro e capitão Luccas Claro, por conta de uma fratura no nariz. Rafael Marques será seu substituto. Na lateral direita, Norberto foi afastado do elenco, e Ivan deve continuar como titular. No lado esquerdo, Juan será o titular no lugar de Henrique. (Da Agência Estado)

Werley ainda não mostrou a que veio na temporada

Contratado para ser o substituto do capitão e ídolo da torcida, Edu Dracena, Werley ainda não mostrou a que veio no Santos. O jogador vem sofrendo fortes críticas e tem falhado com uma certa frequência. Quem tenta aproveitar a má fase do defensor é o jovem Gustavo Henrique, que será titular diante do Coritiba, hoje, na Vila Belmiro, pela 17 rodada do Campeonato Brasileiro, porque Werley está suspenso.

Gustavo Henrique espera aproveitar o fato de ganhar mais uma oportunidade para se firmar de vez na equipe e se tornar titular. "Espero aproveitar da melhor forma possível as oportunidades que tiver. O Werley é um grande jogador e está treinando forte. Está triste com a situação e não só ele, mas outros atletas estão sendo criticados. Temos de absorver isso da melhor maneira possível", disse o defensor, que formará a dupla de zaga com David Braz.

Apesar do interesse em se firmar na equipe, Gustavo Henrique deixa claro o apoio ao companheiro. "Ele tem cabeça boa e está querendo melhorar a cada treino", disse o zagueiro, que espera ter uma sequência de jogos, após praticamente não atuar em 2014 por causa de uma lesão. "Estar jogando é sempre bom. O ritmo de jogo é tudo. Desde quando voltei da lesão, ainda não tive sequência. Vou tentar aproveitar da melhor maneira possível". (AE)

SANTOS

Vladimir; Victor Ferraz, Gustavo Henrique, David Braz e Zeca; Thiago Maia, Renato e Lucas Lima; Geuvânio, Gabriel e Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior.