Publicado 07 de Agosto de 2015 - 5h30

Às vésperas do Gre-Nal, marcado para este domingo, a diretoria do Inter surpreendeu ontem ao anunciar a demissão do técnico Diego Aguirre. O treinador acabou não resistindo no cargo após amargar a eliminação na semifinal da Copa Libertadores, diante do Tigres, há duas semanas, e caiu após dois empates seguidos por 0 a 0 (contra Ponte Preta), em Campinas, e Chapecoense, no Beira-Rio, nas duas últimas rodadas do Campeonato Brasileiro. Segundo a diretoria do clube, a mudança se fez necessária para “tentar tirar mais do time”. O uruguaio estava no comando da equipe colorada desde o final do ano passado, quando assinou contrato para dirigir o time por uma temporada. Porém, ficou no cargo por pouco mais de sete meses, depois de ter sido contestado internamente por seus métodos de trabalho, caracterizado principalmente pelo rodízio de jogadores que costumava promover na equipe entre uma partida e outra. (AE)