Publicado 07 de Agosto de 2015 - 5h30

O técnico Doriva começou a "mexer" na formação tática da Ponte Preta e espera que o resultado possa aparecer já na partida de domingo, às 16h, no Estádio Moisés Lucarelli, diante do Flamengo, pela antepenúltima rodada do primeiro turno do Brasileirão. O objetivo é acabar com o amargo jejum que já dura sete rodadas sem um resultado positivo.Desde que chegou, o novo treinador tem exigido mais finalizações e inversões de jogadas pelos lados do campo. Também mudou o posicionamento dos homens do meio-campo e ainda cobra mais atenção dos atacantes. "O Doriva começou a passar suas idéias e, aos poucos, o time vai assimilando e entendo como ele quer que a gente jogue", disse o lateral-esquerdo Gilson.Mas a alteração que promete chamar mais a atenção é a troca do camisa 10. O meia Felipe, que se tornou titular desde a saída de Renato Cajá para os Emirados Árabes, deve perder a vaga para Bady. O novo armador, que também veio do Atlético-PR, tem características um pouco mais ofensivas do que Felipe.A novidade foi testada nos trabalhos realizados ontem e anteontem com Bady no time cima. Hoje, tem mais um coletivo, quando Doriva poderá confirmar os 11 escolhidos para começar a partida. "Existe uma consciência de todos que é preciso reagir. Estamos trabalhando muito para conseguir a vitória que possa acabar com esse momento ruim", disse o experiente atacante Borges.Para Gilson, a mudança de treinador mexeu com todo elenco. "Com a troca de comando, tudo pode mudar porque as brigas por vagas ficaram mais abertas. Com um novo técnico, naturalmente o time ganha nova motivação e pode fazer algo diferente. Sabemos da qualidade da equipe do Flamengo, mas temos que estar concentrados. É procurar aproveitar as oportunidades para vencer", considera.Festa

Hoje, a partir das 20h, dirigentes e torcedores da Ponte Preta estarão na Via Appia, em Valinhos, comemorando os 115 anos do clube, que foi fundado em 11 de agosto de 1900. Durante o evento, será apresentada a nova camisa do time, confeccionada pela Adidas. O sambista Dudu Nobre é o responsável pela animação. O evento será apresentado pela jornalista Patrícia Maldonado, ex-TV Bandeirantes.No evento também serão anunciados dois patrocinadores pontuais para o jogo, que terá transmissão para todo o Brasil e também pela Globo Internacional. A Case Construction, fabricante de maquinário de construção, e a Minerva Foods, fornecedora de carnes e derivados, estamparão suas marcas no uniforme.

Flamenguistas sofrem para conseguir ingresso

A venda de ingressos para os flamenguistas que vão acompanhar o jogo contra a Ponte Preta, domingo, no Estádio Moisés Lucarelli, começou de maneira tumultuada no final da manhã de ontem. A concentração de torcedores do clube carioca nas bilheterias visitantes do Majestoso foi maior do que o esperado, o que gerou fila e bastante reclamação por parte dos rubro-negros.

Segundo relatos dos torcedores, a previsão para início da venda de ingressos era às 11h, mas só começou meia-hora depois, quando cerca de 200 pessoas já esperavam na fila. Depois de um tempo, o primeiro lote de 200 entradas pelo preço de R$ 80 (inteira) havia se esgotado, o que gerou mais espera. Além disso, apenas um dos três guichês para venda estava funcionando, conforme constatou a reportagem por volta das 13h.

"Estou há quase duas horas na fila e só tem uma pessoa para atender. Acabou o ingresso de inteira, foram buscar mais, mas não deram nem informação de quando trariam o ingresso. É uma falta de respeito com o torcedor", reclamou o analista de qualidade Cristiano Lima. "Cheguei às 11h30 e até agora (perto das 13h) a fila não andou quase nada. Além disso, tem o preço abusivo. É muito difícil a gente conseguir ver nosso time aqui e ainda tem que esperar na fila para pagar R$ 80", completa o estudante de direito Lucas Vinícius.

A Ponte Preta informou que houve um problema, pois a demanda foi maior do que o que acontece normalmente, mas que já no início da tarde tudo estaria normalizado. A expectativa é de que os torcedores do Flamengo comprem todos os 3.500 ingressos colocados à disposição. (Carlos Rodrigues/AAN)

NOTAS DA MACACA

Vantagem

O TC10+ da Ponte Preta poderá levar um convidado no jogo com o Flamengo, domingo, às 16h, no Majestoso. Esta é mais uma vantagem para quem contribui mensalmente com o clube. Já o preço para quem não é sócio-torcedor é R$ 80,00 (inteira) e R$ 40,00 (meia).

Na Espanha

O sub-20 da Macaca conquistou mais um resultado expressivo na excursão pela Espanha. Depois de perder para o Atlético Madrid (2x0) e bater o Real Madrid (1x0), venceu o Rayo Vallecano por 3 a 1, ontem. Amanhã, encerra a viagem com a partida diante do Getafe.

Visita

O volante Mauro Silva, que participou da conquista do tetra com a Seleção Brasileira nos Estados Unidos, esteve ontem no CT do Jardim Eulina como representante da Federação Paulista. Foi conversar para receber propostas que possam melhorar a relação dos jogadores com a entidade.