Publicado 05 de Agosto de 2015 - 5h30

Emprestado pelo Palmeiras até o mês de dezembro, o atacante Leandro foi apresentado ontem como novo reforço do Santos. O jogador, no entanto, lamentou o fato de não poder atuar na Copa do Brasil — ele já jogou pelo time palmeirense na competição. "Não vou poder atuar porque já joguei pelo Palmeiras, mas vou na torcida pelo Santos", disse o jogador em entrevista coletiva.

Leandro foi uma indicação do próprio treinador do Santos, Dorival Junior, que fez contato com o atacante. Na opinião do jogador, o envolvimento direto do técnico na negociação aumenta sua responsabilidade. "Acho que é uma responsabilidade grande vir a pedido do Dorival. Tenho de corresponder dentro de campo, senão não vai adiantar nada o técnico ou a diretoria pedirem. Eu tenho de mostrar tudo o que eu trabalhei com ele. Será mais uma oportunidade para eu poder mostrar para todos que me criticaram, que me criticam, que eu tenho potencial e valor", afirmou.

Leandro ainda reclamou da falta de oportunidades no Palmeiras. "Fiquei mais de seis meses sem jogar. Somando as duas oportunidades que tive com o Oswaldo não deu um tempo de jogo e uma com Marcelo Oliveira, de 30 minutos. É muito pouco", afirmou o atacante, que também disse que houve demora na realização de uma cirurgia para tratar de uma fratura por estresse no pé esquerdo. Segundo ele, o problema foi detectado no final do ano passado. "O departamento médico descobriu a lesão em novembro, mas acabei sendo operado apenas em janeiro. Perdi dois meses.” (Da Agência Estado)