Publicado 07 de Agosto de 2015 - 14h51

Por Agência Estado

Carro-forte baleado por bandidos na região de Mococa

Foto de internauta

Carro-forte baleado por bandidos na região de Mococa

Uma megaoperação policial com helicópteros é realizada nos arredores da Rodovia Abrão Assed (SP-333), próximo a Cajuru (SP), para tentar recapturar presos após o ataque a um comboio que transportava 41 deles, dos quais 37 acabaram fugindo, segundo a Secretaria de Administração Penitenciária de São Paulo (SAP).

A polícia acredita que o grupo autor da ação é o mesmo que pouco antes atacou, com uso de fuzis e outras armas de grosso calibre, um carro forte na mesma região. Seguranças reagiram e um morreu baleado neste primeiro ataque.

Os agentes penitenciários do comboio trocaram tiros com a quadrilha, mas não houve feridos. Os presos eram levados em dois veículos de Casa Branca (SP) para Serra Azul (SP), para apresentações judiciais. Dos detentos, quatro ficaram no local e os demais desapareceram pelos canaviais.

A Polícia Civil investiga o caso e uma equipe do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) segue para a região.

Os bandidos estavam em uma Land Rover fortemente armados com metralhadoras. Os homens atiraram contra o carro-forte e levaram o dinheiro e as armas dos vigilantes e dos policiais, depois de troca de tiros. 

Nota oficial

A Protege informou, em nota, que "aguarda a apuração dos fatos e, para isso, colabora com as autoridades policiais em sua investigação”. 

 

Bandidos metralham carro-forte e roubam o dinheiro

 

Escrito por:

Agência Estado