Publicado 04 de Agosto de 2015 - 22h58

Por France Press

Imigrantes andam sobre os trilhos do Eurotúnel na região de Calais durante a madrugada desta terça-feira (4)

France Press

Imigrantes andam sobre os trilhos do Eurotúnel na região de Calais durante a madrugada desta terça-feira (4)

O Eurotúnel voltou a operar normalmente na tarde desta terça-feira (4), após mais de 600 tentativas de imigrantes de entrar nas instalações na região de Calais, durante a madrugada, visando chegar à Grã-Bretanha, informaram as autoridades.

O grupo Eurotúnel, que administra a ligação submarina entre França e Inglaterra, realizou pela manhã uma inspeção no corredor do túnel após detectar uma "anomalia", cuja origem não foi revelada, o que provocou atrasos no tráfego até o início da tarde.

Por volta das 14h (11h no horário de Brasília), a inspeção terminou e o tráfego foi retomado normalmente.

Mas o atraso provocou uma longa espera entre os passageiros dos trens - de até quatro horas - tanto na Inglaterra quanto na França, na tarde desta terça.

O comissário europeu para as migrações internas, Dimitris Avramopoulos, disse na tarde desta terça que conversou com os ministros do Interior de França e Inglaterra, Bernard Cazeneuve e Theresa May, que lhe informaram sobre a situação em Calais envolvendo os imigrantes que tentam chegar à Grã-Bretanha.

Avramopoulos qualificou a conversa de "construtiva" e "saudou a estreita cooperação entre os dois países sobre este assunto".

A Comissão Europeia, que já entregou à Grã-Bretanha 27 milhões de euros com base no fundo para asilo, migração e integração, entregará outros 20 milhões de euros à França.

Escrito por:

France Press