Publicado 04 de Agosto de 2015 - 21h41

Por France Press

Autoridades procuravam nesta terça-feira indivíduos não identificados que dispararam de um carro contra um centro militar onde soldados treinavam no Mississippi (sudeste dos EUA), sem que tenham sido reportados feridos, noticiou a imprensa local.

Soldados que treinavam em Camp Shelby, perto de Hattiesburg, Mississippi, ouviram disparos pouco antes do meio-dia, efetuados de uma estrada vizinha ao centro militar, informou o Departamento Militar do estado em um comunicado.

Não houve feridos e o centro de treinamento está seguro, acrescentou o texto.

Os disparos foram feitos de uma picape, quando soldados estavam realizando treinamentos, informou o xerife do condado de Perry, Jimmy Dale Smith, ao jornal The Clarion-Ledger.

A base da Guarda Nacional, que funciona desde 1917, é sede, desde julho, de exercícios de treinamento de verão, do qual participam 4.600 soldados e reservistas de vários estados do país, segundo a imprensa local.

O incidente acontece semanas depois de Mohammad Youssuf Abdulazeez, um americano de origem kuwaitiana de 24 anos, abrir fogo contra dois centros de recrutamento militar em Chattanooga (Tennessee, sul) e matar quatro infantes da Marinha e um marinheiro americanos, sendo depois morto pela polícia.

Escrito por:

France Press