Publicado 04 de Agosto de 2015 - 13h00

Por France Press

Bombeiros tentam  conter o avanço das chamas em 21 focos

Josh Edelson / AFP

Bombeiros tentam conter o avanço das chamas em 21 focos

A Califórnia continuava lutando nesta segunda-feira contra cerca de 20 focos de incêndios devastadores que forçaram milhares de pessoas a deixar suas casas, em meio à seca histórica vivida no estado.

Mais de 9.300 bombeiros estão espalhados por todo o território, onde as autoridades decretaram situação de emergência, para conter o avanço das chamas em 21 focos.

O mais violento de todos continua sendo o incêndio de Rocky, que até agora devastou mais de 24.200 hectares, e apenas 12% foram controlados.

As chamas afetam os condados de Colusa, Lake e Yolo, ao norte de Sacramento, capital do estado. Mais de 13.100 pessoas deixaram suas casas.

O incêndio de Rocky já queimou 50 imóveis, entre eles 24 casas. Outras 6.000 estão ameaçadas.

Apenas para esse foco as autoridades mobilizaram 2.983 bombeiros, que enfrentam um terreno escarpado e de difícil acesso.

Daniel Berlant, porta-voz de Calfire, havia alertado para o perigo deste incêndio, que se espalha rapidamente - 80 km2 em apenas 5 horas.

"É o incêndio de Rocky Fire, com chamas que se propagam rapidamente, que continua a ser o verdadeiro desafio de hoje", declarou Berlant.

Os bombeiros conseguiram apagar vários outros incêndios, mas uma nova frente se abriu no domingo na floresta de Los Padres, perto de Santa Barbara, segundo Alisha Herring, porta-voz de Calfire.

Já o incêndio de Chorro continua modesto, com 30 hectares destruídos no condado de Ventura.

Escrito por:

France Press