Publicado 07 de Agosto de 2015 - 10h14

Por Alenita Ramirez

Grupo fechou trecho da Rodovia Jornalista Francisco Aguirre Proença (SP-101), que liga Campinas (SP) a Monte Mor (SP), em protesto na manhã desta sexta-feira (7)

Divulgação

Grupo fechou trecho da Rodovia Jornalista Francisco Aguirre Proença (SP-101), que liga Campinas (SP) a Monte Mor (SP), em protesto na manhã desta sexta-feira (7)

Cerca de 300 moradores dos bairros Jardim Daniela e Said Jorge, em Monte Mor, fecharam os dois sentidos da Rodovia Jornalista Francisco Aguirre Proença (SP-101), a Campinas/Monte Mor, em protesto contra o fechamento da entrada do Jardim Daniela e a retirada do ponto de ônibus nas margens da pista. Os manifestantes queimaram pneus e paus e travaram a rodovia por mais de 3 horas.

Segundo a Polícia Rodoviária, foram 8 quilômetros de congestionamento nos dois sentidos. As pistas foram fechadas por volta da 5h30 e liberadas por volta das 8h45.

"Fechar uma rodovia sempre acarreta acidente e responsabilidade de quem fecha, mas houve controle do trânsito e não teve ocorrências", disse o tenente da Polícia Rodoviária, Jivago Moreto Pedra.

Para liberar a pista houve negociação entre a PR e os moradores. Pedra prometeu marcar reunião com a rodovias do Tietê para discutir uma entrada para o bairro e o ponto de ônibus.

Segundo moradores, a retirada do ponto e o fechamento do bairro com a colocação de defensa ocorreram há seis meses e desde então eles têm que caminhar 1 quilômetro para pegar ônibus e usar uma estrada de terra de uma chácara para acessar o bairro.

A internauta Edjane Gonçalves Menezes Santos registrou o movimento na estrada logo no começo da manhã.

Movimento na Campinas-Monte Mor na manhã de sexta-feira (8): moradores bloqueiam via para pedir melhorias

Escrito por:

Alenita Ramirez