Publicado 14 de Julho de 2015 - 14h05

Por Alenita de Jesus

Campinas

Um representante comercial de 54 anos foi agredido por quatro bandidos durante um assalto, anteontem a noite, na Vila Nogueira, em Campinas. Os ladrões queriam entrar na casa, mas a vítima não deixou. Os criminosos fugiram com o carro do homem, um Nissan Sentra e carteira com documentos.

A abordagem foi por volta das 20h45. Segundo a polícia, o representante comercial estava na frente da casa quando foi abordado pelo bando, que chegou a pé e estava armado. O quarteto exigiu que a vítima entrasse na residência, mas ela se negou por conta da mãe, que é idosa e cardíaca. Irritados, os bandidos passaram a dar coronhadas na cabeça da vítima. Depois de espancá-lo, os ladrões desistiram de entrarem na casa e fugiram com o carro.

Foi a própria vítima quem foi no 4º Distrito Policial (DP) do Taquaral e registrou o boletim de ocorrência. Além do carro, os bandidos levaram celulares, documentos e cartões bancários e um molho de chaves. Não foi informado se os ferimentos eram graves e se a vítima buscou atendimento médico. Até a tarde de ontem, o carro não foi achado e ninguém foi preso.

Uma mulher inconformada com o fim do relacionamento surtou e sequestrou o cachorrinho da ex-mulher do seu ex-companheiro, anteontem, na Vila Olímpia, em Campinas. O animal, da raça Pinscher, estava sozinho em casa. Como se não bastasse, em seguida a surtada pegou uma faca e foi até a casa da nora da rival, onde ameaçou matar o cãozinho. Durante o bate-boca, a mulher pegou o cachorro pelo pescoço e o atirou no chão. Depois ela pegou o animal ferido e fugiu. Todo a briga foi acompanhada pela vizinhança.

A briga ocorreu por volta das 16h. Segundo relatos das vítimas à polícia, a mulher invadiu a casa da vítima, quebrou o portão, a porta da sala e da cozinha e pegou o cachorrinho, que estava sozinho no imóvel. Em seguida, a inconformada passou a enviar mensagens no celular da vítima, dizendo que aquilo era apenas o começo e que iria matá-la. A surtada xingou vários palavrões. Insatisfeita, ela decidiu ir na casa da nora da ex-mulher, onde agrediu o cachorrinho.

A mulher fugiu e até ontem à tarde não tinha aparecido. A casa da ex-mulher ficou destruída. A polícia suspeita que a mulher tinha ciúmes da ex-mulher do ex-companheiro.

Cinco homens com idades entre 18 e 21 anos foram presos em flagrante na noite de anteontem, em Campinas, após roubarem uma loja na região central da cidade. Eles foram presos quando fugiam em um Palio que era de um deles. O bando roubou chinelos, balas de menta, pendrive, chips e cerca de R$ 500. Tudo foi recuperado e devolvido à vítima.

Um engenheiro de 62 anos teve sua bicicleta roubada quando andava pela Rua Arlindo Carpino, na Vila Lídia, em Campinas, anteontem à noite. Segundo a polícia, o bandido deu uma gravatada na vítima que estava em movimento. Ela caiu e o larápio pegou a magrela e fugiu.

Foto: Alenita Ramirez

Um adolescente de 17 anos foi apreendido com R$ 25 e drogas, ontem de manhã, no Jardim Metanópolis, em Campinas.

Sumaré

Três bandidos armados renderam um caminhoneiro na Rodovia Anhanguera, em Limeira, e liberaram a vítima perto de uma região de motéis, nas margens da pista, em Sumaré, ontem de madrugada. Os criminosos fugiram com o caminhão e a carga – mangueiras e objetos diversos. A vítima tinha saído da cidade mineira de Araxá e seguia para São Paulo, quando na altura do km 130 da pista, parou em um posto de combustível e foi atacada pelos criminosos. Ele teve mãos amarradas e olhos vendados e lavado para um terreno baldio nas margens da rodovia, onde ficou vigiado por um dos ladrões. O caminhoneiro ficou cerca de 40 min no cativeiro e liberado perto dos motéis. Ninguém foi preso.

Nova Odessa

Um bandido fingiu ser cliente e roubou uma loja, anteontem à tarde, no Jardim Santa Rosa, em Nova Odessa. Segundo a polícia, o bandido entrou no estabelecimento e perguntou para a caixa se havia troco para R$ 100 para recarga de celular. Quando a funcionária disse que sim, o ladrão sacou uma arma e anunciou assalto. Ele fugiu com R$ 450 e um notebook, em uma moto.

Hortolândia

Uma doméstica de 29 anos ficou ferida na testa e na mão esquerda durante uma briga com o companheiro, um ajudante de 30 anos, anteontem à tarde, no Jardim Campos Verdes, em Hortolândia. A agressão ocorreu depois que a vítima pediu para o homem abaixar o volume do som. O ajudante estava embriagado e partiu para cima da doméstica. Ele se armou de uma faca de deu um golpe que atingiu a mão da vítima. Não contente com a facada, ele pegou um cadeado e jogou contra a mulher.

A agressão foi assistida pelo cunhado e pela filha do casal. A doméstica foi socorrida no Hospital Mário Covas, onde foi medicada e liberada. A vítima foi avisada do prazo de 180 dias para representar contra o ajudante.

Escrito por:

Alenita de Jesus