Publicado 10 de Julho de 2015 - 16h38

Por Adagoberto F. Baptista

Polêmica

ACIC alerta sobre uso indevido de seu logo em propaganda

(foto- fachada do prédio onde o cara está agora,,,,, digitalrac

A Associação Comercial e Industrial de Campinas (ACIC) faz um alerta aos aposentados e pensionistas da cidade que receberam cartas que tratam de direitos a revisões de benefícios com o logotipo da entidade para que desconsiderem o aviso.

A assessoria de imprensa da entidade anunciou que sua logomarca foi usada indevidamente por um homem que alugou uma sala da entidade e que, por isso, seu contrato foi cancelado. No comunicado, intitulado "Comunicação Urgente Última Chamada", o "Departamento Tributário da Agência Nacional (ANDP) convocava o beneficiário que se aposentou ou passou a ser pensionista entre os períodos de 1988 a 2003, e que contribuiu com base no teto salarial de 10 salários mínimos, a comparecer até o local para tratar do ajuizamento de ação judicial, reivindicando a correção dos benefícios.

"A ACIC não tem nada a ver com isso, não autorizamos o uso da nossa logomarca, o locador foi advertido e teve o contrato de locação reicindido. Nosso departamento jurídico também está avaliando o caso", informou o assessor de imprensa da entidade.

Um homem também chegou a entrar em contato com a reportagem do Correio questionando o envio da correspondência, cujo teor diz tratar de um processo "simples e rápido", e que pode dar direito ao recebimento dos últimos cinco anos atrasados com juros e correções de R$ 43.340,00. "Minha sogra recebeu a carta e ficou eufórica, ele juntou CIC e RG e iria até o escritório conversar sobre o assunto. Eu pedi cautela", relatou

Nem a ACI nem o leitor fizeram Boletim de Ocorrência. A equipe do 4 Distrito Policial de Campinas informou que algumas pessoas telefonaram para a delegacia em busca de informações sobre a empresa. "Não podemos fazer nada porque desconhecemos o assunto", disse um policial.

Nada a declarar- Na tarde da última quarta-feira, 8, a reportagem do Correio foi até o novo escritório da firma, num prédio da rua Antônio Lapa, no Cambuí, mas um homem que seria o responsável pelo envio das correspondências não quis prestar informações. De maneira ríspida, ele disse que não informaria seu nome, que o assunto já teria sido resolvido com a ACI e que não devia satisfações para o repórter.

Uma funcionária disse que o homem chama "Dr. Renato" e prestará atendimento no local até a próxima semana,

Numa pequisa feita na iinternet, o nome ANDP não apareceu como sendo algum departamento tributário nacional.

Escrito por:

Adagoberto F. Baptista