Publicado 07 de Julho de 2015 - 14h15

Por Marita de Siqueira

Marita Siqueira

DA AGÊNCIA ANHANGUERA

[email protected]

Foto: divulgação

Uma das melhores intérpretes vivas da música brasileira, Leny Andrade traz a Campinas o inédito encontro com o Quinteto Cais, formado por artistas de referência instrumental, no show de hoje, às 21h, Almanaque Café, em Barão Geraldo. “Não trabalho com músico ruim, porque não sei perder”, diz a cantora em entrevista por telefone ao Correio Popular assim quando chegou ao aeroporto da cidade.

Incansável, como rotina de dois a três show por semana, além das muitas viagens internacionais, Leny diz nem pensar em diminuir o ritmo. “Imagina, isso é minha vida. Depois de Campinas vamos nos apresentar em São Paulo e em Sorocaba. E em outubro vou para Nova York. A vida de músico é assim. Tenho 53 anos de carreira”, afirma.

Parte da trajetória, a cantora conta nos shows entre uma música e outra. E o que não falta é história. Aos 15 anos, ela estreou profissionalmente como crooner da orquestra de Permínio Gonçalves e o primeiro grande sucesso veio em 1965 no show Gemini V atuando com Pery Ribeiro e o Bossa Três na boate Porão 73, lançado em disco gravado ao vivo. A partir de então construiu uma carreira meteórica e sólida dentro e fora do Brasil.

Leny gravou dezenas de canções, gerando grande leque de opções para compor o repertório. Por sinal, ela mantêm um certo segredo sobre as faixas que serão tocadas. “Canto de tudo um pouco, tem até bolero. Algumas músicas do Ivan Lins e do Vitor Martins. Ah, e Se Fossemos Todos Iguais a Você (de Tom Jobim e Vinícius de Moraes) não pode ficar de fora”, conta.

Para tanto, a cantora terá ao seu lado palco Marcus Teixeira (guitarra/violão), Daniel D’Âlcantara (trompete/flugelhorn), Felipe Silveira (teclados), Felipe Fidelis (baixo elétrico) e Osmário Marinho (bateria).

Agende-se

O quê: Leny Andrade e Quinteto Cais

Quando: Hoje, às 21h

Onde: Almanaque Café (Avenida Albino José Barbosa de Oliveira, 1.240, Barão Geraldo, Campinas, fone: 3249-0014)

Quanto: R$ 90,00

RETRANCA

Em recesso parlamentar, a Câmara Municipal de Campinas recebe neste mês três shows no plenário com os quais celebra o 241° aniversário da cidade, festejado oficialmente no próximo dia 14. O primeiro ocorre hoje com o baixista Michael Pipoquinha. Depois é a vez de Elthon Dias Group, no dia 13, e termina com concerto da Orquestra de Choro Campineira (OCC), no dia 29. Sempre às 20h, com entrada franca e liberada 30 minutos antes das apresentações, respeitando a capacidade de 250 pessoas no local.

Pipoquinha tem apenas 19 anos, mas traz no currículo a experiência de ter tocado Arthur Maia Celso Pixinga, Sergio Groove, Thiago do Espírito Santo, Gilberto Gil e Djavan. Já a segunda atração, Elthon Dias Group, traz um repertório composto por estilos diversos como candombe, jazz, salsa, rock, fusion e samba. Enquanto a Orquestra de Choro, como o nome diz, mostrar o brasileiríssimo choro.

A Câmara Municipal fica na Avenida da Saudade, 1.004, Ponte Preta, fone: 3736-1300. E as apresentações também serão transmitidas na TV Câmara, em sinal aberto no UHF 61.3, canal 4 da NET ou na Internet no www.campinas.sp.leg.br

Escrito por:

Marita de Siqueira