Publicado 06 de Julho de 2015 - 12h16

Por Delminda Aparecida Medeiros

Fotos – sugestão: do filme que abre a mostra Las Acacias e de Elefante Branco, com Ricardo Darin.

O cinema argentino em pauta

Delma Medeiros

DA AGÊNCIA ANHANGUERA

[email protected]

As mais recentes produções cinematográficas argentinas, que retratam a diferentes momentos da história argentina, a realidade e algumas facetas do país, são o foco da programação de cinema do Sesc-Campinas em julho. Serão exibidos nove filmes gratuitamente, às terças e quartas-feiras. A mostra tem curadoria do geógrafo e pesquisador de cinema latino-americano Vanderlei Mastropaulo, mestre em Comunicação e Cultura pelo Programa de Integração da América Latina (Prolam) da Universidade São Paulo (USP).

O ciclo começa hoje com o filme Las Acacias, de Pablo Giorgelli, sobre um caminhoneiro que transporta madeira entre Paraguai e Argentina há anos, sempre sozinho. Até que aceita dar carona para Jacinta, que chega com um bebê no colo. Amanhã, a atração é o filme Filha Distante, de Carlos Sorín, sobre um ex-alcoólatra que viaja para a patagônia para reestabelecer os laços com a filha que não vê há anos.

A segunda semana apresenta O Médico Alemão, de Lucía Puenzo, sobre uma família argentina que conhece um médico durante uma viagem. Com a promessa de ajudar a menina Lilith, ele se torna hóspede no hotel da família. O que eles não sabem é que, na verdade, trata-se de um cientista nazista que realizou experimentos com humanos em Auschwitz; e Elefante Branco, de Pablo Trapero, com o ator Ricardo Darin, um dos nomes mais representativos do cinema argentino. O filme acompanha a trajetória do padre Julián, que dedica a vida a ajudar os necessitados que vivem na periferia de Buenos Aires. A violência e miséria do local levam o sacerdote a questionar sua fé.

O Crítico, de Hernán Guerschuny, mostra a rotina monótona de um crítico de cinema exigente que não vê muita graça na vida e rejeita qualquer filme que envolva romance. Na procura por um apartamento, devido a um recente divórcio, o amargo cineasta conhece uma bela jovem e vê sua vida ser transformada em um clichê. A mostra traz ainda a comédia dramática O Homem ao Lado, de Mariano Cohn e Gastón Duprat, que conta os transtornos vividos por um designer industrial - que mora na única casa feita na América do Sul pelo arquiteto Le Corbusier -, quando seu vizinho resolve fazer uma janela que dá para sua casa.

Na última semana da mostra serão mostrados os longas Iluminados pelo Fogo, de Tristán Bauer; e Infância Clandestina, de Benjamín Ávila. O primeiro narra as lembranças de Esteban, um homem de quarenta anos que na juventude foi levado como soldado para combater nas Ilhas Maldivas. A trama mergulha nas recordações da guerra, como o frio, fome, horrores e histórias de amizade. Os traumas se agravam quando ele fica sabendo que um velho amigo de combate tentou o suicídio. O último filme da mostra, conta a história do garoto Juan, que vive na clandestinidade com sua família, que luta contra a ditadura militar. Conhecido fora de casa como Ernesto, ele vive uma série de regras para garantir a segurança familiar. Tudo vai bem até ele se apaixonar por Maria, uma colega de escola.

A programação inclui também o curso História do Cinema Argentino, com o curador Vanderlei Mastropaulo. O curso ocorre aos sábados, das 14h às 17h, e aborda os momentos históricos que influenciaram o cinema argentino. Com vagas limitadas, os interessados devem se inscrever na Central de Atendimento. Os preços do curso variam entre R$ 2,50 e R$ 5, com entrada franca para credencial plena.

Box - Infantil

O ciclo apresenta ainda, neste domingo, dentro do Projeto Ciranda, o longa de animação Um Time Show de Bola, produção de Juan José Campanella. O filme conta as aventuras de Amadeo, um ótimo e azarado jogador de pebolim. Sua rotina é abalada quando Colosso, um jovem valentão que ele venceu uma vez e se transformou no melhor jogador de futebol do mundo, volta para casa com o objetivo de se vingar da única derrota que sofreu na vida. Ele desafia Amadeo para um jogo de futebol de verdade. Sem saber o que fazer, ele encontra solução quando os jogadores de pebolim ganham vida para ensiná-lo a jogar. (DM/AAN)

Programação completa

Hoje, às 19h30: Las Acacias

Amanhã, às 19h30: Filha Distante

Dia 12/7, às 11h30: Um Time Show de Bola

Dia 14/7, às 19h30: O Médico Alemão

Dia 15/7, às 19h30: Elefante Branco

Dia 21/7, às 19h30: O Crítico

Dia 22/7, às 19h30: O Homem ao Lado

Dia 28/7, às 19h30: Iluminados pelo Fogo

Dia 29/7, às 19h30: Infância Clandestina

Onde: Sesc-Campinas (Av. D. José I, 270/333, Bonfim, fone: 3737-1500)

Quanto: Entrada franca

Obs: Havendo necessidade operacional ou razão de força maior, horários, datas, locais, entre outros, poderão ser alterados ou cancelados.

Escrito por:

Delminda Aparecida Medeiros