Publicado 06 de Julho de 2015 - 14h54

Por Miriam Bizarro

Foram abertas no último dia 23 de junho as inscrições para o projeto Unicamp de Portas Abertas (UPA) 2015. . A projeção da Coordenadoria Geral da Universidade é de que pelo menos 50 mil estudantes de escolas de ensino médio de todo o País, sejam elas particulares ou públicas, visitem o campus Barão Geraldo,em Campinas, e participem das atividades que serão oferecidas. A entrada também será aberta para a comunidade.

De acordo com o coordenador geral da Unicamp, Alvaro Crosta, a principal meta da UPA é abrir a instituição aos participantes, para que eles conheçam o campus de uma das maiores universidade do país e possam se sentir estimulados em um dia a concorrer a uma das vagas oferecidas pelo vestibular. " A Universidade mantém uma forte interação com a sociedade a UPA é um importante canal de aproximação como público jovem. Queremos mostrar aos estudantes os diferentes aspectos das nossas atividades de ensino, pesquisa e extensão", comentou Crosta.

Diversas atividades estãos endo programadas para os upeiros, com destaque para uma mostra que tratará da evolução da Tecnologia da Informação (TI) dentro da Universidade, cuja organização está a cargo do Centro de Computação ( CCUEC).

Crosta disse ainda que outro ponto importante que será abordado entre os visitantes são as ações da Unicamp voltadas à sustentabilidade. "Vamos abordar, entre outros pontos, o uso racional de água e energia".

O coordenador executivo da UPA e assessor da CGU, José Reinaldo Braga, informou que neste ano será colocado à disposição dos estudantes uma versão para o sistema IOS com novas funcionalidades, em que os alunos poderão instalar o aplicativo em seus tablets e celulares para ter acesso a toda a programação do evento,bem como mapas e rotas, facilitando a circulação deles no campus.

As atividades da UPA 2015, que estão sendo definidas pela Unicamp e unidades, terão desde palestras até experimentos científicos, passando também por atividades artísticas e cuturais.

Os organizadores estão otimistas quanto a uma boa presença de público pois, segundo Braga, antes mesmo das inscrições serem abertas muitas escolas entraram em contato com a CGU em busca de informações.

BOX- Inclusão será divulgada

Um dos pontos a serem divulgados pela Unicamp na UPA 2015 será o trabalho da universidade em projetos de inclusão. O coordenador geral da Unicamp, Alvaro Crósta, lembra que o Conselho Universitário (Consu) aprovou há dois meses alterações no Programa de Ação Afirmativa e Inlusão Social (Paais). As mudanças fixaram a adição de 60 pontos às notas da primeira fase do vestibular, para candidatos que fizeram totalmente o ensino médio em escolas da rede pública, e mais 20 pontos para postulantes que se auto-declararam pretos, pardos ou indígenas e que também tenha feito o ensino médio em escolas públicas.

Além da bonificação na primeira fase, os candidatos que passaram para a segunda fase, e que tenham cursado o antigo segundo grau em escolas da rede pública, contarão com mais 90 pontos na prova de rdação e outros 90 nas provas dissertativas. Na segunda fase, candiatos que se auto-declararam pretos, pardos ou indígenas e que também tenha cursado o ensino médio totalmente em escolas públicas, ganharão mais 30pontos, além dos 90.

As inscrições podem ser feitas pelo site:e www.upa.unicamp.br . As inscriçõe

Escrito por:

Miriam Bizarro