Publicado 01 de Julho de 2015 - 21h24

Por Jaqueline Harumi Ishikawa

Jaqueline Harumi

Da Agência Anhanguera

[email protected]

A Guarda Municipal de Paulínia encontrou no fim da tarde de ontem o corpo de uma mulher de 39 anos na margem do Ribeirão Quilombo, no Conjunto Habitacional Residencial Olímpia, em Campinas, que fica no limite com Paulínia e Sumaré. De acordo com a Polícia Civil de Paulínia, onde a ocorrência foi registrada, a mulher identificada pela filha como Tatiana Falcão da Penha estava desaparecida há dez dias.

A GM informou que moradores da região encontraram o corpo e acionaram a corporação por volta das 16h30. Ele estava vestido e em avançado estado de decomposição. A Polícia Científica foi acionada ao local para perícia, que deve identificar a causa da morte.

Segundo a Polícia Civil de Paulínia, a família comunicou o desaparecimento no último dia 21, no 4º Distrito Policial de Sumaré, no Matão. O delegado titular Marco Antônio Evangelista disse que Tatiana teria sido vista pela última vez com um homem de moto, após frequentar um forró na região.

Escrito por:

Jaqueline Harumi Ishikawa