Publicado 01 de Julho de 2015 - 20h38

Por Inaê Miranda

ÍíInaê Miranda

DA AGÊNCIA ANHANGUERA

[email protected]

Uma frente fria que se deslocou do Sul do País na noite de anteontem derrubou a temperatura na região de Campinas. As máximas despencaram em quase quatro graus, segundo informou o Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura (Cepagri). A frente fria veio acompanhada de chuva, mas o acumulado em campinas ficou em torno de 0.7 milímetros. As condições de tempo instável devem permanecer pelo menos até sábado. E a expectativa é de que o acumulado de chuva fique em torno de 20 milímetros nesse período. Segundo a pesquisadora Ana Maria Heuminski de Ávila, o Cepagri registrou ontem temperatura máxima de 20.9 graus, às 16h30, e mínima de 14.8 graus, às 7h10. Anteontem, às máximas foram de 25 graus, registrados às 13h. A quarta-feira permaneceu chuvosa, mas o acumulado registrado pelo Cepagri foi de apenas 0,7 milímetros em 20 minutos. Hoje, está prevista abertura de sol e a temperatura sobe, mas não muito, segundo afirmou Ana. “A máxima deve ficar em torno de 22 ou 23 graus”, disse. Até o fim de semana são esperadas mais chuvas. “Na sexta-feira está prevista a chegada de outra frente fria. Já tem área de instabilidade na região e a nova frente vai chegar provocando mais instabilidades. Até sábado esperamos um acumulado de chuva em torno de 20 milímetros”. Ana afirma que no mês de junho foi registrado menos da metade do volume esperado de chuva. Foram registrados 22,1 milímetros, quando a expectativa era de 42,9 milímetros. Em período de estiagem, quando costuma chover bem menos, Ana ressaltou, entretanto, que a nebulosidade mais intensa e as chuvas desta semana estão atípicas. A média esperada de chuva para julho é de 43,3 milímetros.

Escrito por:

Inaê Miranda