Publicado 01 de Julho de 2015 - 17h51

Por Adagoberto F. Baptista

Foto: Janaína Ribeiro/AAN

Eric Rocha

DA AGÊNCIA ANHANGUERA

[email protected]

A Coordenadoria de Prevenção às Drogas da Prefeitura de Campinas recebeu ontem mais 100 cartões do Programa Recomeço, criado para a recuperação de dependentes químicos. Eles garantem o financiamento da internação para tratamento de pessoas com problemas relacionados ao uso de álcool, tabaco, crack e outras drogas. A cidade conta agora com 700 cartões, sendo que 189 estão disponíveis para a população. A expectativa é receber mais 300 até o final do ano.

Os pacientes são internados em Campinas no Instituto Padre Haroldo, no Jardim Boa Esperança. O cartão garante a internação por um período de seis meses, que pode ser prorrogado. As entidades recebem de maneira direta do programa R$ 1.350,00 mensalmente por cada pessoa internada. A diária de R$ 30 não chega a passar pelas mãos do usuário. “Não tem avaliação socioeconômica. Pode vir o dependente que tenha mais dinheiro, como alguém em situação de rua. Só podemos encaminhar para o tratamento de forma voluntária, alguém que queira ser internado”, afirmou o coordenador do programa de Prevenção às Drogas de Campinas, Nelson Hossri Neto.

De acordo com ele, cada dependente é avaliado individualmente. O paciente é acolhido e passa por um grupo de amparo, composto por uma assistente social, psicóloga e um conselheiro. “É também necessário realizar uma série de exames, para resguardar a saúde de outros pacientes, até por exigência da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária)”, explicou. Em média, a liberação do cartão demora cerca de 25 dias, e após esse período, o dependente pode procurar diretamente o Instituto Padre Haroldo.

De acordo com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, o programa é realizado em parceria com municípios que “aderem a uma proposta de uma política municipal sobre as drogas”. Campinas foi uma das primeiras cidades a realizar a adesão e começar os trabalhos em setembro de 2013.

Informações sobre todo o processo e o cartão do Programa Recomeço podem ser obtidos na Coordenadoria de Prevenção às Drogas, que fica na Rua Barreto Leme, 1550, no Centro. O horário de atendimento é das 9h ao 12h e das 15h às 16h. O telefone é (19) 3282-9209.

Escrito por:

Adagoberto F. Baptista