Publicado 09 de Julho de 2015 - 12h56

Por Agência Estado

Com 128 gols, Rogério Ceni se torna, junto com Raí, o 10º maior artilheiro da história do São Paulo

Miguel Schincariol/AE

Com 128 gols, Rogério Ceni se torna, junto com Raí, o 10º maior artilheiro da história do São Paulo

Bastou uma vitória nesta quarta-feira para o São Paulo subir três posições na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro e chegar provisoriamente à quinta colocação. Ao fim dos 4 a 0 sobre o Vasco, em Brasília, os jogadores ressaltaram que o resultado recoloca o time na briga na parte da cima, além de encerrar um jejum de quatro de rodadas sem ganhar.

A série negativa de duas derrotas e dois empates tinha feito a equipe despencar sete posições e viajar para enfrentar o Vasco sob muita cobrança. "Precisávamos vencer a qualquer custo. O Campeonato Brasileiro é muito equilibrado e precisávamos ganhar para diminuir a distância do pessoal de cima", comentou o volante Wesley, autor do terceiro gol na partida, o primeiro dele pelo clube.

O bom resultado anima a equipe para voltar a enfrentar um time que está na zona de rebaixamento. No domingo será a vez do São Paulo receber o Coritiba, no Morumbi. A diretoria fez promoção no preço dos ingressos para atrair um bom público ao estádio. "A vitória é importante, nos dá confiança para os próximos jogos. Entramos desligados no começo do segundo tempo, mas depois arrumamos. Temos tudo para chegar no topo da tabela", disse o zagueiro Lucão.

Apesar da goleada, o resultado poderia ter sido mais apertado. Riascos perdeu três chances claras de gol no momento em que o São Paulo se acomodou com a vantagem e deu espaços. "Deixamos cair o ritmo em alguns momentos da partida. Se eles marcassem um gol, a história do jogo poderia mudar. Tivemos sorte e competência", explicou o meia Michel Bastos.

Escrito por:

Agência Estado