Publicado 06 de Julho de 2015 - 14h00

Por Agência Estado

Michel Bastos começou a passar mal na última quinta-feira (30)

Divulgação

Michel Bastos começou a passar mal na última quinta-feira (30)

A semana de treinos começou no São Paulo nesta segunda-feira com uma reunião do elenco no CT da Barra Funda. Durante 20 minutos os jogadores conversaram no campo e no encontro os meias Michel Bastos e Centurión aproveitaram para pedir desculpas ao elenco por terem reclamado de decisões do técnico Juan Carlos Osorio ao fim do jogo do último domingo, quando o time empatou sem gols com o Fluminense, no Morumbi, pelo Brasileirão.

"O Michel sabe que errou e ele pediu desculpas diante do grupo, tanto ele como o Centurión. Isso ficou esquecido e não pode afetar o grupo dentro de campo", afirmou nesta segunda-feira o meia Thiago Mendes, que atuou improvisado como lateral-direito na partida contra a equipe carioca. Para o jogador, os dois colegas se manifestaram quando estavam de cabeça quente pelo empate e pediu para o fato ser ignorado.

Michel Bastos xingou o treinador Juan Carlos Osorio, segundo imagens da TV Bandeirantes, quando deixava o campo no segundo tempo para ser substituído por Centurión. O argentino, por sua vez, escreveu no Twitter uma reclamação após a partida. "Entrando do banco de reservas para jogar 10 minutos, nem o melhor jogador do mundo consegue fazer mágica", comentou. Horas depois, o jogador apagou a publicação.

No trabalho na manhã desta segunda-feira os reservas e mais o zagueiro Edson Silva participaram de um trabalho tático em campo reduzido. Osorio cobrou que o time finalizasse mais a gol, algo de que já reclamou após o empate no domingo. Nesta terça-feira o elenco volta a treinar pela manhã e no começo da tarde viaja para Brasília, onde enfrenta o Vasco, na quarta-feira, pelo Campeonato Brasileiro.

Escrito por:

Agência Estado