Publicado 01 de Julho de 2015 - 14h32

Por Agência Estado

Santistas comemoram o gol que garantiu o bom resultado na rodada e a volta da confiança: no meio da tabela

Maurício de Souza/AE

Santistas comemoram o gol que garantiu o bom resultado na rodada e a volta da confiança: no meio da tabela

O presidente do Santos, Modesto Roma Júnior, desistiu de vender o mando de campo das partidas contra Grêmio, Vasco e Fluminense, pelo Brasileirão. Os jogos seriam disputados no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, mas o acordo não foi adiante. E o clube santista já colocou à venda os ingressos para o primeiro dos três jogos em que será mandante.

O Santos enfrentará o Grêmio no próximo domingo, na Vila Belmiro local onde também deve ocorrer os jogos diante dos adversários cariocas. Durante o Campeonato Paulista, o time chegou a fazer um acordo com uma empresa para atuar no estádio do Pacaembu, mas o plano não deu muito certo. Além da torcida ter comparecido em um número muito baixo, os jogadores reclamaram publicamente por ficarem longe da Vila.

A venda de mando de campo é uma forma encontrada pela diretoria para tentar arrecadar mais fundos, já que o clube atravessa um momento financeiro delicado, e ainda ter mais público em seus jogos.

Para o jogo contra o Grêmio, o preço dos ingressos varia de R$ 20 a R$ 100 e as vendas já liberadas para sócios-torcedores. A partir desta quinta-feira, as bilheterias da Vila Belmiro estarão abertas para todos os torcedores das 13h às 18h.

Escrito por:

Agência Estado