Publicado 12 de Julho de 2015 - 11h13

Por Agência Estado

Marcelo Oliveira acredita que a briga pela titularidade pode fazer com que a equipe cresça ainda mais no Campeonato Brasileiro

Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Marcelo Oliveira acredita que a briga pela titularidade pode fazer com que a equipe cresça ainda mais no Campeonato Brasileiro

Com quatro vitórias consecutivas e sem levar gols, ânimo renovado e a certeza de novos tempos, o Palmeiras tem um grande desafio neste domingo e mais uma chance de provar que realmente seu lugar é na parte de cima da tabela. O empolgado time alviverde visita o Sport, às 18h30, na Arena Pernambuco, com o objetivo de entrar de vez no G4.

Na última rodada, o Palmeiras sentiu um pouco o que é estar no G4 quando derrotou o Avaí por 3 a 0 e passou a quarta-feira em quarto lugar. No dia seguinte, foi ultrapassado pelo Corinthians. Se vencer os pernambucanos, são grandes as chances de o alviverde acabar a rodada entre os quatro primeiros.

“Temos de nos entregar bastante neste jogo, contra um concorrente direto e que podemos voltar ao G4, dependendo de um ou outro resultado”, lembrou o técnico Marcelo Oliveira, que traçou como primeiro objetivo completar 12 pontos nas primeiras quatro rodadas e teve êxito.

A nova meta é conseguir surpreender um concorrente direto fora de casa. “Mais do que o resultado, é a possibilidade de um fortalecimento da equipe e de encaixarmos a quinta vitória”, explicou.

Para conseguir concretizar o que ele espera, o treinador terá de driblar os desfalques. No total, são cinco titulares fora de combate. Além de Alecsandro e Robinho, que não jogariam, o time não terá Egídio e Victor Ramos, suspensos pelo terceiro cartão amarelo, e também Vitor Hugo, que sofreu uma lesão na face, após pancada durante o jogo com o Avaí.

Assim, Marcelo Oliveira, embora não goste, será obrigado a mexer bastante na defesa. Leandro Almeida terá a chance de ser titular pela primeira vez e formará parceria na zaga com Jackson. Na esquerda, João Paulo reaparece, recuperado após romper os ligamentos do tornozelo direito. Ele não atua desde o dia 11 de março, pela nona rodada do Paulista, na qual o alviverde perdeu para o Santos por 2 a 1.

Do meio para frente, o time é o mesmo do jogo passado, mas o treinador pode fazer algumas mudanças táticas. Marcelo Oliveira gostou de Zé Roberto fazendo a ligação do campo de defesa para o ataque e nos momentos em que Rafael Marques atuou mais pelo meio. Por isso, existe a possibilidade de escalar Zé mais recuado, dando suporte na marcação para Gabriel e Arouca, e com isso, Rafael Marques e Dudu terão maior liberdade na frente, para se movimentar, abrir a marcação do adversário e tentar jogar com Leandro Pereira, que ficará mais como referência na área, algo do qual o comandante não abre mão.

O Palmeiras tem quatro jogadores pendurados, que se forem advertidos com cartões amarelos não enfrentarão o Santos, domingo, no Allianz Parque. São eles: Leandro Almeida, Lucas, Gabriel e Leandro Pereira.

Escrito por:

Agência Estado