Publicado 07 de Julho de 2015 - 14h40

Por Agência Estado

Sharapova comemora classificação em torneio de tênis em Winbledon

France Press

Sharapova comemora classificação em torneio de tênis em Winbledon

Maria Sharapova sofreu, mas confirmou o seu favoritismo nesta terça-feira para avançar às semifinais de Wimbledon. A tenista russa venceu a norte-americana Coco Vandeweghe por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 6/7 (3/7) e 6/2, após 2h45min de duro confronto na grama de Londres.

Com o triunfo, Sharapova se credenciou para enfrentar na próxima fase a vencedora da partida entre a norte-americana Serena Williams e a bielo-russa Victoria Azarenka, também prevista para ser encerrada nesta terça.

Campeã de Wimbledon em 2004, Sharapova tentará avançar à decisão do Grand Slam londrino apenas pela segunda vez em sua carreira, depois de ter ficado com o título quando tinha apenas 17 anos de idade.

Para poder ter a chance de lutar por uma vaga na final, Sharapova resistiu a uma empolgada adversária, que conseguiu cativar a torcida local e exibiu força diante da atual quarta colocada do ranking mundial. A tenista dos Estados Unidos chegou a quebrar o saque da russa por três vezes no duelo, mas viu sua adversária converter seis de 11 break points para conquistar o triunfo por 2 sets a 1.

A norte-americana também acumulou 32 winners, contra 20 bolas vencedoras da russa, mas ela cometeu mais erros não forçados (27 a 23) e teve apenas 49% de aproveitamento no seu primeiro saque, fato que dificultou a sua missão de surpreender a ex-líder do ranking mundial.

Outra tenista que já garantiu vaga nas semifinais de Wimbledon em jogo já encerrado nesta terça foi a espanhola Garbiñe Muguruza, que derrotou a suíça Timea Bacsinszky, 15ª cabeça de chave, por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/3.

Vigésima pré-classificada da competição, Muguruza assim medirá forças na próxima fase contra a ganhadora do duelo entre a polonesa Agnieszka Radwanska e a norte-americana Madison Keys, também programado para ser encerrado nesta terça.

Escrito por:

Agência Estado