Publicado 06 de Julho de 2015 - 17h33

Por Agência Estado

O suiço dominou o confronto desde o início a partir do bom aproveitamento no saque - acertou 17 aces

France Press

O suiço dominou o confronto desde o início a partir do bom aproveitamento no saque - acertou 17 aces

Ainda sem enfrentar um rival de peso na chave de Wimbledon, Roger Federer venceu mais uma com facilidade nesta segunda-feira e garantiu seu lugar nas quartas de final. A vítima da vez foi o espanhol Roberto Bautista Agut, superado em sets diretos, com parciais de 6/2, 6/2 e 6/3, em apenas 1h26min.

O próximo adversário do número dois do mundo será Gilles Simon. O francês, atual número 13 do mundo, surpreendeu nesta segunda-feira ao eliminar o checo Tomas Berdych, 6º colocado do ranking e finalista em Wimbledon em 2010, em sets diretos. Simon fechou o jogo por 6/3, 6/3 e 6/2, alcançando seu melhor resultado no Grand Slam britânico - ele nunca havia passado das oitavas de final.

Federer e o francês vão se enfrentar pela oitava vez no circuito profissional. O suíço lidera com cinco vitórias e apenas duas derrotas, ambas em 2008. Desde então Federer venceu todas contra o rival. Se confirmar o favoritismo, o suíço poderá cruzar com o local Andy Murray na semifinal.

Para disputar as quartas de final em Wimbledon pela 13ª vez na carreira, Federer voltou a mostrar eficiência no saque. Ele acertou 92% dos pontos quando jogou com o primeiro serviço e não deu chances a Bautista Agut, atual número 20 do ranking. O espanhol não conseguiu ameaçar o saque do favorito em nenhum momento da partida.

Federer, por sua vez, faturou duas quebras de saque somente no set inicial. Ele repetiu a dose logo no primeiro game da segunda parcial. Sem maiores dificuldades, distribuía bons golpes do fundo de quadra e na rede. Não demorou para obter nova quebra e abrir 2 sets a 0 na partida.

Além da dificuldade de resistir ao jogo de Federer, Bautista Agut tinha problemas físicos. Depois de uma escorregada na grama ele precisou de atendimento médico no pé direito, ainda em quadra. O espanhol conseguiu se manter na partida, mas não foi longe.

Na terceira parcial, Federer manteve a média de duas quebras de saque por set e não teve problemas para buscar a vitória. Só demorou para anotar o ponto decisivo, no saque do rival. Somente no sexto match point o suíço pôde comemorar o triunfo.

Ainda nesta segunda, o croata Marin Cilic despachou o norte-americano Denis Kudla por 3 sets a 1, com parciais de 6/4, 4/6, 6/3 e 7/5. Cilic, atual campeão do US Open, poderá ser o adversário do número 1 Novak Djokovic nas quartas de final. O sérvio encara o sul-africano Kevin Anderson ainda nesta segunda-feira.

Escrito por:

Agência Estado