Publicado 01 de Julho de 2015 - 18h16

Por Agência Estado

Thiago Splitter durante partida do San Antonio Spurs na NBA

France Press

Thiago Splitter durante partida do San Antonio Spurs na NBA

O brasileiro Tiago Splitter terá nova casa na NBA a partir da próxima temporada. Nesta quarta-feira (1), o San Antonio Spurs chegou a um acordo para enviar o jogador para o Atlanta Hawks, segundo noticiou a imprensa norte-americana. A negociação ainda não foi oficialmente confirmada porque o contrato só poderá ser assinado a partir do próximo dia 9.

Mesmo sem o anúncio, no entanto, o acordo já é dado como certo nos Estados Unidos. Splitter ainda tinha dois anos de vínculo com o Spurs, período no qual receberia quase US$ 17 milhões. Para ficar com o pivô, o Hawks aceitou herdar este contrato. Não está certo, no entanto, se o time da Georgia enviará algum outro atleta à franquia texana como parte do negócio.

A saída de Splitter libera espaço no teto salarial do Spurs, que já acertou a renovação dos alas Kawhi Leonard e Danny Green nos últimos dias. Sem o brasileiro, o time texano aparece como favorito para levar um dos principais agentes livres desta pré-temporada: o ala/pivô LaMarcus Aldridge, que vinha atuando pelo Portland Trail Blazers.

Do lado do Hawks, a chegada de Splitter significa um sério comprometimento do teto salarial da franquia. Com isso, a permanência de Paul Millsap, que vinha atuando pela equipe e se tornou agente livre ao fim da temporada, parece cada vez mais distante. O ala DeMarre Carroll já havia acertado sua transferência para o Toronto Raptors.

Splitter estava no San Antonio Spurs desde sua chegada à NBA, em 2010. Lá, alternou bons e maus momentos, chegou a ser titular, mas nunca teve papel de destaque na equipe. Se tornou o primeiro brasileiro campeão da liga na temporada 2013/2014, mas caiu de produção em 2014/2015, tendo médias de 8,2 pontos e 4,8 rebotes.

OUTRAS NEGOCIAÇÕES - Apesar da troca de Splitter, o primeiro dia para negociações da NBA foi marcado pelas renovações de contrato. Nomes de peso, como os alas/pivôs Kevin Love e Anthony Davis acertaram as permanências em suas equipes. Somente Tyson Chandler, que estava no Dallas Mavericks, chegou a um acordo para atuar no Phoenix Suns, que também sonha com LaMarcus Aldridge.

Desfalque do Cavaliers na última decisão da NBA, por conta de uma lesão no ombro, Love atuará novamente na franquia de Cleveland na próxima temporada. De acordo com veículos de imprensa dos Estados Unidos, o jogador assinará um contrato por mais cinco anos, nos quais receberá nada menos que US$ 110 milhões.

Um dos principais jogadores da última temporada da liga, Anthony Davis chegou a um acordo ainda mais vantajoso com o New Orleans Pelicans. O ala/pivô assinará por seis anos com a franquia que o recrutou para a NBA em 2012, e para isso receberá simplesmente US$ 145 milhões.

Escrito por:

Agência Estado