Publicado 07 de Julho de 2015 - 18h07

Por Agência Estado

Paolo Guerrero deve estrear no Flamengo, nesta quarta-feira (8), diante do Internacional, em Porto Alegre

Gilvan de Souza/Flamengo

Paolo Guerrero deve estrear no Flamengo, nesta quarta-feira (8), diante do Internacional, em Porto Alegre

Em péssima fase no Campeonato Brasileiro, com a direção de futebol e o técnico Cristóvão Borges sob contestação, o Flamengo deposita sobre o atacante peruano Paolo Guerrero suas esperanças para voltar a vencer. Nesta terça-feira (7), o jogador foi apresentado oficialmente na sede da Gávea, e chegou ao clube com moral após ter alcançado a artilharia da última Copa América, com quatro gols, defendendo a seleção de seu país.

Sem tempo para perder, o clube vai promover a estreia do atacante, nesta quarta-feira (8), às 22 horas, diante do Internacional, no Beira-Rio, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. “Sendo jogador do Flamengo, me coloquei à disposição para atuar amanhã (quarta). Precisamos de um bom resultado para ganhar confiança”, afirmou o jogador. “Não acho que os torcedores me veem como salvador, mas sabem que chego para somar em um time com grandes jogadores.”

O atacante, que, antes de fechar com o Flamengo, não entrou em acordo para seguir no Corinthians, seu ex-clube, falou da permanência no futebol brasileiro. “Queria muito ficar no Brasil. Graças a Deus chegou a proposta do Flamengo e consegui continuar aqui", disse.

Havia, aliás, a possibilidade de o jogador fazer sua estreia no Maracanã, diante da torcida, contra o Corinthians, o que foi vetado por uma cláusula contratual, mas Guerrero evitou falar de sua antiga equipe. "Não sei se vou jogar contra meu ex-time, mas estou ansioso para jogar no Maracanã. Tive uma folga no meu país, mas agora tenho que me preparar bem e focar bem."

Guerrero acredita que terá um rápido entrosamento com o time, principalmente no ataque, que conta com Emerson Sheik, seu ex-companheiro no Corinthians. O jogador também minimizou a falta de um meia de criação de destaque no time, hoje carente de um jogador de primeira linha na posição. “Sei da qualidade de cada um. A velocidade dos jogadores de frente vai facilitar para mim. Nosso time tem potencial para disputar coisas importantes”, ressaltou.

Inicialmente, a apresentação do jogador seria realizada com grande festa no gramado do campo da Gávea, mas em razão da derrota para o Figueirense no último domingo (5), o Flamengo achou por bem fazer uma recepção mais contida a Guerrero, na sala de imprensa.

Antes da apresentação, Guerrero assinou o contrato com o Flamengo e posou para fotos com o presidente Eduardo Bandeira de Mello, no CT do Ninho do Urubu. Em seguida, foi a campo treinar com seus novos companheiros. O técnico Cristóvão Borges conduziu um treino tático que foi fechado à imprensa, mas revelou que o atacante trabalhou entre os titulares e que vai ser relacionado para o próximo jogo.

Escrito por:

Agência Estado