Publicado 08 de Julho de 2015 - 16h25

Love não economiza em cenas de sexo

Reprodução / Youtube

Love não economiza em cenas de sexo

Foto: Reprodução / Youtube.

Love não economiza em cenas de sexo

Love não economiza em cenas de sexo

O dia 6/9 será marcado no Brasil pela pré-estreia do filme “Love” com direção de Gaspar Noé e que deu o que falar no no Festival de Cannes deste ano.

Descrito como uma homenagem gráfica ao sexo a três, o longa segue a linha estreita entre filme de arte e pornografia. De acordo com a distribuidora responsável pelos direitos de exibição no país, o Brasil será o primeiro país a lançar filme.

Produção

Produzido em 3D, o diretor busca realizar "um filme que realmente transmita os sentimentos do sexo" e mostre a "dimensão orgânica do amor".O longa conta a história Murphy (Karl Glusman), um estudante universitário obcecado por pornografia que está estudando em Paris. Ele conhece Electra (Aomi Muyock), sua colega de classe e vive um tórrido romance embalado a rock 'n' roll, drogas e ménages. O relacionamento dos dois termina quando ele engravida Omi (Klara Kristin), uma adolescente que foi seduzida pelo casal para realizar a fantasia de Electra de realizar um sexo à três.  

Anos depois Murphy torna-se um homem frustrado com a vida que leva ao lado da esposa e do filho e um telefonema da mãe de sua ex-namorada pedindo ajuda desencadeia uma forte onda saudosista, que o faz relembrar fatos marcantes do relacionamento que tiveram.

Love estreia de vez no circuito brasileiro no dia 17 de setembro e o filme é proibido para menores de 18 anos.

Assista ao trailer:

Veja também