Publicado 12 de Julho de 2015 - 5h30

Terceiro sedã médio mais vendido no Brasil – atrás apenas de Corolla e Civic – o Nissan Sentra chega à linha 2016 com várias inovações para continuar brigando no topo do segmento. Mais tecnologia embarcada, novo sistema de conectividade e até o relançamento da série especial Unique, fazem parte do pacote de novidades apresentado pela marca japonesa à imprensa especializada.

Visualmente, o sedã não teve grandes mudanças, mantendo o mesmo desenho da carroceria lançada há dois anos. Na mecânica, a principal novidade é a inclusão de controle de estabilidade e tração (nas versões SV e SL), item já disponível na concorrência e que era reclamado pelos compradores do modelo.

O conjunto mecânico do Sentra também segue sem alterações, com direito ao motor 2.0 litros Flex, que rende até 140 cavalos de potência e 20 kgfm de torque, acoplado à transmissão automática CVT Xtronic, que inclui função ‘Low’ para subidas e descidas muito íngremes, bem como desativação do ‘Overdrive’, que eleva a rotação do motor e garante uma condução mais esportiva.

Tivemos a oportunidade de dirigir o sedã por um trajeto de cerca de cem quilômetros e comprovamos suas virtudes, como o desempenho linear do motor, a suspensão bem calibrada (que garante tanto o equilíbrio em curvas, como filtra com eficiência as irregularidades do piso), além do conforto e bom espaço interno.

Todas as versões do Sentra – que é importado do México – contam com acesso e partida sem a necessidade de uso da chave, volante com comandos de áudio, som com Bluetooth, além de itens comuns em carros desse segmento como ar-condicionado, direção elétrica, vidros, travas e retrovisores elétricos.

O Sentra 2016 também aposta em mais conectividade, seguindo uma tendência que se impõe cada vez mais nos carros modernos. O sedã traz agora a nova plataforma mundial de conexão com mídias sociais da Nissan, batizada de Nissan Connect, que permite parear telefones celulares dos usuários com ao carro e aos aplicativos Facebook e Google Search.

Câmbio mecânico apenas na configuração de entrada

São cinco as versões do Sentra na linha 2016. A configuração de entrada (2.0 S) oferece, entre outros itens, transmissão manual de seis marchas, ar-condicionado, banco do motorista com regulagem de altura, Bluetooth com comandos no volante, chave inteligente presencial (I-Key), computador de bordo, controle de áudio no volante, direção elétrica, faróis de neblina, faróis e lanternas traseiras em led, maçanetas externas e internas das portas cromadas, MP3 player com quatro alto-falantes, sistema eletrônico de ignição por meio de botão, sistema de partida a frio Flex Start (que dispensa tanquinho de gasolina), vidros dianteiros e traseiros elétricos com função de um toque para vidro do motorista.

Um degrau acima, na versão 2.0 SV, há câmbio Xtronic CVT, ar-condicionado automático digital de duas zonas, bancos de couro na cor preta, controles de tração e estabilidade (Vehicle Dynamic Control), controlador de velocidade, MP3 player com display 4,3 polegadas e seis alto-falantes.

Há ainda as versões 2.0 SL sem teto solar e 2.0 SL com teto solar, que incorporam air bags laterais e de cortina, acendimento automático dos faróis, retrovisores externos rebatíveis eletricamente, retrovisor interno eletrocrômico, rodas de liga leve aro 17 e pneus 205/50 R17, sensor de estacionamento, sistema de navegação integrado ao painel com Nissan Connect, MP3 player com display de 5,8 polegadas colorido, função RDS, entrada auxiliar para MP3 player e USB no console central e seis alto-falantes. Por fim, acrescenta câmera traseira e sistema GPS integrados ao display do painel.