Publicado 14 de Julho de 2015 - 19h05

O espetáculo de dança Suportar, vencedor do Prêmio Governador do Estado de São Paulo 2014, estreia hoje temporada de oito apresentações, além de inspirar uma oficina e duas intervenções — todas gratuitas — em diferentes lugares de Campinas. Dirigida por Holly Cavrell, da Cia. Domínio Público, a peça aborda questionamentos ligadas ao relacionamento humano por meios dos movimentos de dois bailarinos, Claudia Millás e Leandro Rivieri. A coreografia se baseia em gestos de empurrar, puxar e se apoiar da dupla. “A gente começou o trabalho de criação a partir de ações físicas, e não pelo tema que levasse a um conceito teórico. Como já dançamos há um tempo juntos, e em outros espetáculos fazíamos essas ações físicas, fomos adaptando o jogo de peso e contrapeso, empurrar, usar apoio do corpo do outro. E as leituras começaram a se dar a partir da leitura desses jogos”, conta Claudia. “O Suportar veio do sentido ambíguo da palavra, o de tolerar e o suporte, apoio”, completa.Suportar estreou há dois anos e meio e desde então tem sido apresentado no Estado de São Paulo, onde foi contemplado com programas de incentivo. Ao longo desse tempo, adequações foram feitas, segundo a bailarina. “Bastante coisa foi mudando porque o processo criativo é constante, vivo, vai se transformando em cada espaço, porque as coisas mudaram e a gente também muda”, diz. Dessas mudanças, talvez a mais visível seja o figurino — agora os artistas usam roupas comuns, como calça jeans, blusa e tênis.“Tínhamos um figurino desenvolvido para o espetáculo, mas a diretora começou a gostar o que estava rolando nas intervenções justamente pela ‘contaminação’ das pessoas e elas usam roupas cotidianas. Deixamos os figurinos e passamos a usar um figurino baseado na roupa cotidiana, o que cria outro tipo de movimentação e relação”, afirma.As intervenções urbanas citadas por Claudia foram chamadas de Jogos de Suportar e vêm ocorrendo desde o ano passado. Haverá duas nesta temporada, na Pedreira do Chapadão e no Centro de Convivência Cultural. Além disso, haverá oficina de dança contemporânea, indicada para maiores de 12 anos, que será realizada na Casa de Cultura Tainã. Mais informações no site www.ciadominiopublico.com.br.