Publicado 14 de Julho de 2015 - 5h30

A Polícia Federal (PF) do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, prendeu um passageiro

com 50 mil comprimidos de ecstasy no último final

de semana. O passageiro,

um brasileiro de 22 anos,

vinha de Amsterdã,

na Holanda, com escala em Lisboa, Portugal.

Os 13,2 quilos da droga

estavam escondidos

em duas malas, embalados

em formato de tijolos,

com coloração vermelha.

Os pacotes, seis no total,

foram detectados durante

o exame de raio X. A droga

teve o valor estimado em

R$ 2 milhões no mercado nacional. A apreensão ocorreu na noite de sábado. Ele foi selecionado para ter sua bagagem inspecionada por critérios de gerenciamento de risco. A auditora da Receita Federal responsável pelo plantão deu voz de prisão ao passageiro, que foi conduzido, junto com a droga, à

Delegacia da Polícia Federal, onde o delegado de plantão lavrou o auto de prisão em flagrante por tráfico internacional de drogas. Segundo a Polícia Federal, o passageiro negou ser o dono da droga e afirmou que receberia R$ 35 mil para levar os comprimidos de ecstasy de Amsterdã para Balneário Camboriú, em Santa Catarina.

O crime de tráfico de

drogas é sujeito a pena de

cinco a 15 anos de reclusão, além de multa. O preso foi encaminhado à Cadeia Pública do 2 Distrito Policial (DP),

onde permanece à disposição

da Justiça Federal. (Sarah Brito/AAN)