Publicado 14 de Julho de 2015 - 5h30

A defesa da ex-primeira-dama de Campinas Rosely Nassim Jorge Santos conseguiu, mais uma vez, protelar o julgamento do Caso Sanasa. Agora que tudo caminhava para o desfecho final, os advogados terão o prazo ampliado para suas considerações. Há quem diga que a tentativa é fazer com que alguns crimes prescrevam. No entanto, tudo dependerá da pena que será estipulada pelo juiz da 3 Vara Criminal, Nelson Augusto Bernardes.

A estimativa era que a sentença fosse dada em setembro.