Publicado 13 de Julho de 2015 - 5h30

O processo administrativo aberto pela Prefeitura de Campinas em maio para apurar possível descaso da Socicam na gestão da Terminal Rodoviário Ramos de Azevedo ainda não teve os resultados divulgados. O procedimento pode levar a uma multa de até R$ 30 mil e, em caso extremo, ao rompimento justificado do contrato de concessão.

A empresa apresentou a defesa em junho, porém, mais de um mês depois, a Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) ainda não revelou seu parecer.