Publicado 10 de Julho de 2015 - 5h30

A Comissão de Constituição e Legalidade da Câmara

de Campinas analisou no primeiro semestre deste ano

114 projetos de lei. Do total, 64 foram encaminhados para o arquivo da Câmara por inconstitucionalidade ou ilegalidade. Ou seja, 56% do volume recebido. No

mesmo período do ano passado, a comissão recebeu 106 projetos e arquivou 13, o que representa apenas 12%.

A inconstitucionalidade das propostas já causou diversos problemas para Campinas no passado.