Publicado 09 de Julho de 2015 - 5h30

Um desempregado de 35 anos foi detido pela Polícia Militar (PM) no começo da tarde de ontem após tentar extorquir seu ex-chefe, um empresário de 38 anos. O suspeito exigiu R$ 200 mil do empresário e ameaçou matar a família da vítima caso não lhe entregasse o dinheiro. O crime aconteceu por volta das 13h. O acusado ligou para o empresário e pediu um encontro de negócios em um bar. No local, o ex-funcionário, que conhece a família da vítima, afirmou que uma outra pessoa estava com os filhos e a mulher do empresário. Em troca pediu os R$ 200 mil. Com medo das ameaças, a vítima seguiu com ele até o Santander, na Rua Coronel Quirino, no Cambuí. Eles entraram no banco e foram até a gerente, que estranhou o saque de alto valor e o nervosismo da vítima. Ela chamou a polícia e várias viaturas foram ao local. Com o barulho da sirene, o homem fugiu, mas um vigia viu e passou a descrição para a polícia que o localizou a 60 metros do banco. Ele estava na companhia de um comparsa, que fugiu. “Fomos acionados para averiguar um roubo a banco, mas quando chegamos lá vimos que era uma extorsão”, contou o tenente Jefferson Iuri Rocha. (Alenita Ramirez/AAN)