Publicado 05 de Julho de 2015 - 5h30

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (PMDB), sancionou na última segunda-feira uma lei que proíbe o porte de armas brancas no Estado. A medida, no entanto, só é válida para instrumentos que tenham lâminas com mais de dez centímetros. Quem for flagrado pode pagar uma multa de até R$ 24 mil. A norma surgiu após a repercussão da morte do médico cardiologista Jaime Gold, de 57 anos. Ele foi esfaqueado em uma tentativa de assalto enquanto pedalava na ciclovia da Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio, em maio. Uma proposta parecida com a lei carioca, de autoria do deputado estadual Campos Machado (PTB), tramita atualmente na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp). Especialistas, no entanto, dizem que essas leis terão pouca efetividade. “O sujeito não tem medo de ser preso, vai ter medo de ser multado?”, criticou o coronel reformado da PM e consultor na área de segurança José Vicente da Silva Filho. (ER/AAN)