Publicado 02 de Julho de 2015 - 5h30

Um pintor de 27 anos foi preso em flagrante após fazer um arrastão em um ponto de ônibus e sequestrar uma dona de casa de 40 anos próximo à rodoviária de Sumaré, anteontem à noite. Durante o arrastão, segundo a polícia, Luís Fernando Félix da Silva usou uma das vítimas, grávida de três meses, como refém. Ninguém ficou ferido. Silva foi preso pela Polícia Militar (PM) quando fugia sentido Nova Odessa. Ao menos onze passageiros que embarcariam para Americana foram rendidos. As vítimas foram obrigadas a jogar carteiras e celulares na mochila que a grávida segurava. Após o arrastão, o pintor correu e rendeu a dona de casa que estava com um casal de filhos pequenos — de 7 e 3 anos — no carro, próximo a um sinal de “Pare”. O motorista de um Uno viu a abordagem e seguiu o suspeito. Ele passou as informações para a polícia que fez um cerco na Avenida Rebouças, onde Silva foi detido. (Alenita Ramirez/AAN)