Publicado 16 de Julho de 2015 - 5h30

O holandês Louis Van Gaal, técnico do Manchester United, causou desconforto ontem ao adiantar que o goleiro espanhol Victor Valdes será vendido pelo clube por não se adequar à sua "filosofia". Gaal deixou claro que não há chances de ambos trabalharem juntos. "Quando alguém não deseja seguir os princípios de uma filosofia, há um único caminho, a saída", declarou o treinador numa entrevista coletiva na qual apresentou os novos reforços do clube, em meio à turnê de pré-temporada realizada nos Estados Unidos.

Contratado em janeiro, para antecipar uma possível saída do titular David De Gea para o Real Madrid, Valdes não viajou com a equipe.

Para justificar a ausência do ex-goleiro do Barcelona, Van Gaal bateu na mesma tecla, ao falar novamente sobre um desencontro 'filosófico'.

"A filosofia é a maneira de jogar futebol e de se manter em forma. Por exemplo, ele se recusou a jogar com o time B na temporada passada", revelou o holandês, que respondeu "sim" quando foi perguntado se o clube queria vender o espanhol.

"Quero ajudá-lo a mostrar suas qualidades com outro clube, sempre fui um ser humano preocupado com questões sociais", ironizou.

Valdes, de 33 anos, é cria da base do Barcelona, clube com o qual conquistou todos os títulos possíveis sob o comando do técnico Josep Guardiola.

O goleiro sofreu uma grave lesão na temporada passada, ficando fora da Copa do Mundo no Brasil. Com o Manchester United, foi titular apenas uma vez, na última rodada da Premier League, no empate sem gols contra o Hull City. (France Press)