Publicado 16 de Julho de 2015 - 5h30

A Uefa anunciou ontem os dez finalistas ao prêmio de melhor jogador da temporada 2014/2015 do futebol europeu. A lista, como já era esperado, foi dominada por jogadores do Barcelona e da Juventus, finalistas da última Liga dos Campeões. O curioso é que o time italiano, mesmo após o vice-campeonato diante do rival espanhol, conta com cinco dos dez concorrentes que acabam de ser confirmados.

O brasileiro Neymar, o argentino Messi e o uruguaio Suárez, que formaram o ataque mais poderoso da Europa na temporada passada, são os finalistas do Barça na disputa, enquanto o clube de Turim conta com os italianos Buffon e Pirlo, o francês Pogba, o chileno Vidal e o argentino Tevez.

Os outros dois finalistas são Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, e Hazard, do Chelsea. Grande nome da conquista da Liga dos Campeões 2013/2014 pelo time espanhol e atual vencedor desta premiação, o atacante português caiu junto com sua equipe diante da Juventus na semifinal da última edição do torneio continental. Já o meia belga se destacou pela equipe inglesa, eliminada pelo Paris Saint-Germain nas oitavas de final, e figura como o grande azarão entre os concorrentes.

Já Neymar, Messi e Suárez foram decisivos também nas conquistas do Campeonato Espanhol e da Copa do Rei, levando o time espanhol à tríplice coroa na última temporada. O quinteto de finalistas da Juventus, por sua vez, ajudou a equipe a conquistar o Campeonato Italiano e a Copa da Itália.

Azarão, Hazard brilhou na campanha que levou o Chelsea ao título inglês, enquanto Cristiano Ronaldo seguiu se destacando como goleador. Ele dividiu a artilharia da Liga dos Campeões com Neymar e Messi, todos com dez gols.

Os dez finalistas foram eleitos por meio de votação de jornalistas. Em 12 de agosto, a entidade irá anunciar os três candidatos derradeiros ao prêmio, cujo ganhador será conhecido no dia 28 do mesmo mês, durante o sorteio dos grupos da Liga dos Campeões.

Inicialmente, a lista de concorrentes contava com 35 nomes, entre eles Roberto Firmino, outro único brasileiro ao lado de Neymar a participar da votação.

Ação

A polêmica negociação envolvendo Neymar, Santos e Barcelona parece não ter fim e ganha capítulos apimentados na Europa. Ontem, representantes da DIS, grupo de investidores que detinha parte dos direitos econômicos do atacante, criticaram a postura do jogador e atacaram o clube espanhol.

A DIS disse que se sentiu "traída" por Neymar e que o Barcelona e o presidente Josep Bartomeu "mentiram" e "ocultaram" os valores reais da transferência do brasileiro do Santos para o time catalão. Segundo o diretor executivo da empresa, Roberto Moreno, a DIS foi "vítima de uma fraude". E agora a empresa promete ir até as últimas consequências para receber o que entende ser do seu direito. (AE)

QUADRO DE MEDALHAS